sábado , 16 dezembro 2017
Home / Uncategorized / Atitude do Man City com Mancini é outra.

Atitude do Man City com Mancini é outra.

O técnico Roberto Mancini mal chegou ao Manchester City e já é possível ver melhorias no jeito do time jogar. A bola fica mais no pé dos nossos jogadores, o número de bicões para frente diminuiu significamente, o que possibilita um menor número de ataques do time adversário.

A defesa foi o setor que, ao meu ver, mais Mancini trabalhou. Ainda perdemos muitas jogadas áereas, mas em dois jogos contra times que abusam dessa jogada, o time se mostrou mais confiante, não passa tanto uma sensação de vunerabilidade quanto passava com o antigo treinador.

A defesa também melhorou na saída de bola. A maior parte das jogadas do time no reinado de Mark Hughes era bolas longas para o atacante ajeitar, um time que tem jogadores de qualidade como tem o Manc City se via igualado aos times menores. Jogar com bolas longas é como chutar uma contra o muro: quanto mais forte você chutar, mais rápida ela vai voltar para você. Isso pegava a defesa toda desorganizada.

Falar que o Mancini herdou um trabalho pronto do Hughes é uma falácia. O italiano sofreu, e ainda sofre, com os inúmeros desfalques. Ele tem que colocar no banco nos últimos 2 jogos, três jogadores da divisão de base. Mas ele não se lamentou, ele fez o dele. Usou Kompany como dupla de zaga com Toure e agora deverá fazer a dupla com Richards, já que o marfinense vai defender sua seleção na Copa da África.

Viu que Sylvinho é bom jogador,mas no ritmo atual do futebol inglês não é possível para ele jogar uma partida inteira, então começou a revezar ele com o Zabaleta e até o esquecido Garrido, que eu não acho grande coisa, mas foi bem ontem.

Martin Petrov jogava bem e ia para o banco, porque obviamente Hughes não conseguia confrontar egos como do Robinho. Mancini parece ter outra forma de tratar os jogadores, eles o respeitam, isso cria uma dinâmica muito boa para a equipe.

Barry voltou a crescer de produção com o italiano, ele parece mais ágil, é possível vê-lo em todo o campo, defendendo pela direita, atacando pela esquerda, comandando no círculo central.

E o ataque não precisa nem dizer. Com o toque de bola, nosso time vai sempre levar vantagem sobre os adversários. Nossa qualidade é absurda. Nesses dois jogos do Mancini no comando podemos ver a vontade de quem estava no banco. Contra Stoke Bellamy entrou faltando 15/20 mins e partiu para cima, não ficou fazendo beicinho.

Já ontem contra o Wolverhampton, Robinho teve 10 mins para correr em campo e correu! Podia ter ficado tocando bola de um lado para outro para fazer o tempo passar, mas quis jogo. Deu o passe para o terceiro gol do City e quase faz o dele, numa bola em curva que passou centímentros do travessão.

Claro que ainda é cedo para definir a passagem de Roberto por Eastlands, mas é para nós, torcedores do City, ficarmos esperançosos,já que com um time bastante desfalcado, nós melhoramos em relação ao time ideal do Mark Hughes.

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City continua invicto mas só empata em Londres!

Depois da partida na quarta-feira onde estive acompanhando o City na Champions League hoje foi …

Sem comentários

  1. Fala, cara!

    Agradeço por ter comentado em nosso blog e a parceira entre os nossos!

    Como você bem disse, a principal mudança foi na defesa, com a saída do inseguro Onuoha e Kompany jogando onde realmente rende mais, é um desperdício tê-lo de volante.

    Não há como tirar nem Petrov e nem Bellamy do time (ainda mais na ausência de Adebayor), mas, se o Robinho demonstrar a surpreendente vontade que demonstrou ontem, pode voltar ao time. No momento é banco.

    Abraços!
    André Renato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *