sábado , 16 dezembro 2017
Home / Opinião / City e United, um só clube (!)

City e United, um só clube (!)


 Daily Mail
Acredite, por incrível que pareça, parece que é verdade, e está sendo revelada agora: um historiador de futebol mostrou que os dois rivais poderiam ter se unido, por volta dos anos sessenta.

Em 1964, o presidente do City, Frank Johnson, propôs a idéia de que os dois clubes se fundissem em um só, num momento em que ambos tinham boas relações extra-campo e os azuis estavam sofrendo alguns de seus dias mais sombrios.

Houve um forte sentimento de boa vontade entre os dois naquela época, com o City permitindo que seus rivais usassem Maine Road, enquanto o Old Trafford era reconstruído depois de ter sido danificado durante a Segunda Guerra Mundial.

No entanto, apesar dos devils estarem sofrendo com o desastre aéreo de Munique em 1958, eles tinham reconstruído sua projeção, o que significava que unir forças com o City era uma opção pouco atraente.

Gary James escreveu uma nova história sobre os Blues e falou sobre o que poderia ter sido.

“A idéia foi rechaçada por ambos os clubes antes de tornar-se pública”, explicou James.

“Falei com Eric Alexander, cujo pai Albert era presidente na época, e ele disse que Frank Johnson, que surgiu com a idéia, muitas vezes aparecia com idéias malucas.”

“Outro de seus planos era tornar todo o campeonato regionalizado entre norte e sul.”

“O City [sob comando do então manager George Poyser] estava em uma baixa real na época. Em termos de posição da Liga, não foi tão ruim quanto 1998-99, mas em termos de moral geral, atmosfera, o apoio era, de longe, o mais baixo da história do clube.”

“No final dos anos noventa, ainda tínhamos mais de 30.000 em média a ir nos jogos, e isso significava que o clube tinha alto perfil. Em 1964-65 estávamos na segunda divisão, o apoio caiu para menos de 15.000, e o interesse geral no clube também diminuiu.”

“Eu sempre acreditei nos anos noventa que iriamos voltar, por causa da força dos fãs, mas naqueles dias nos anos sessenta um monte de gente não se sentia assim.”

“Naquele tempo, grandes clubes como Bolton, Burnley e Blackpool, que tinham sido potências, começaram a cair, e clubes como o Accrington Stanley Park e Bradford Avenue estavam morrendo. Havia um sentimento de que isso poderia acontecer com qualquer um. Na verdade, tudo o que precisava no City era um plano e uma visão, e trazer o manager certo.”

Felizmente isto não passou de uma maluquice, sofridos ou não, com seca de títulos ou não, nós somos City não pelas glórias, e sim pelo que o clube é, sua história fantástica, seus fãs mais que especiais. Lembrem-se, não somos muitos, mas somos únicos!
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Janela do futuro: resumo do mercado de transferências do City

Chega ao fim a janela de transferências da Premier League. Uns se alegram, outros se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *