sexta-feira , 15 dezembro 2017
Home / Clube / City fecha mais duas parcerias, agora em Portugal

City fecha mais duas parcerias, agora em Portugal

Manchester City assegurou um interesse comercial com dois clubes portugueses que lhe dará uma vantagem competitiva no recrutamento de jogadores brasileiros e pode aumentar a futuras tentativas de passar o teste de Fair Play Financeiro da UEFA.

Comentamos algumas semanas atrás do interesse do clube em investir em alguns clubes portugueses e isso realmente aconteceu.

City estão fornecendo “scouting, marketing e conselhos de merchandising ” no Gil Vicente, um clube no norte de Portugal, e também comprando algumas ações no Boavista, o clube com sede em Porto, de acordo com fontes no país.

A vantagem da City no recrutamento de jogadores brasileiros seria decorrente de um tratado de imigração Português com o Brasil, sua antiga colônia, que confere os mesmos direitos sobre os brasileiros como os trabalhadores portugueses. O City poderia usar os clubes para desenvolver jogadores que não são capazes de garantir vistos de trabalho do Reino Unido. As leis na terra da rainha são muito restristas em relação a isso, o City tem vários jogadores emprestados para outros clubes na europa porque eles não podem atuar na ilha. Em seguida, o clube traria os jogadores  para Manchester depois de terem adquirido a experiência necessária para se qualificar para uma licença do Reino Unido, ou vendê-los para outro clube e assm ganhar um lucro.

Desde a posse de jogadores por terceiros, o que é proibido na Grã-Bretanha, também é permitido em Portugal e oferece potencial para o City para ter a primeira escolha em jogadores que poderiam, assim, ser comprados bem barato.

Gil Vicente, conta com sete brasileiros em seu elenco, e a parceria com o City irá trazer “sustentabilidade, projeção, prestígio” e uma “dimensão internacional “. O acordo com os dois clubes também podem ajudar o City a explicar algumas das enormes receitas que eles alegaram para a venda de sua propriedade intelectual para “partes relacionadas” – £22.45m  recém-publicados nas contas anuais 2012/13 – , a fim de ajudar a passar seu teste no FFP. City deve mostrar o máximo de receita possível para compensar as perdas e vir dentro da figura FFP.

City diz que ganhou a £22.45m vendendo scouting e serviços comerciais para a sua própria franquia de futebol Melbourne Heart , Manchester City Ladies FC e New York City FC – novo clube da Major League Soccer City. Mas Melbourne só foi comprado no mês passado e equipe feminina exige um sistema de aferição totalmente diferente dos homens.

Os novos empreendimentos portugueses podem gerar vendas de propriedade intelectual para aumentar as receitas do clube.

Os negócios, que o clube se recusou a discutir neste fim de semana, parece ter sido projetado pelo Gerente de Vendas do City, Francisco Lampreia, que foi diretor de marketing do Boavista. Lampreia e o CEO do City Ferran Soriano visitou Boavista há três meses em busca de uma parceria.

Se isso realmente se confirmar em alguns anos poderemos ver o City rodeado de jogadores brasileiros.

Acesses nossas redes sociais:http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Cup Winners’ Cup, Viena, 1970: o título internacional do City

O Manchester City já teve alguns momentos marcantes em competições internacionais ao longo de sua …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *