segunda-feira , 18 dezembro 2017
Home / Análise dos Jogos / CITY VENCE O BURNLEY E SEGUE AINDA MAIS LÍDER

CITY VENCE O BURNLEY E SEGUE AINDA MAIS LÍDER

Manchester City x Burnley – PÓS-JOGO

Nesta tarde, o Manchester City enfrentou o Burnley pela nona rodada da Premier League.
O jogo começou como habitual, City com a bola enquanto o adversário tentava estocadas em contra-ataques.

ETAPA INICIAL

Diferentemente dos últimos jogos, neste sábado os comandados de Guardiola iniciaram o jogo mais lentamente. Na primeira etapa, os Citizens erraram muitos passes e encontraram dificuldades diante do Burnley que não perdia a seis partidas.
Quem criou a primeira boa chance foi a equipe de Sean Dyche. Aos 15’ após chutão dado pela defesa, Wood a principal arma da equipe visitante ganhou de Walker no alto passou por Otamendi e foi parado por Ederson. O goleiro brasileiro defendeu em dois tempos chegando a dividir com Arfield.
A resposta do City veio aos 22’ com Sané que recebeu passe na linha de fundo pelo lado esquerdo e cruzou para trás para Bernardo Silva que chegou batendo, mas a bola foi no meio do gol e ficou fácil para Pope defender.
Como já dito, antes de marcar o primeiro gol e “abrir o ferrolho” do Burnley, o City encontrou muitas dificuldades dentro do jogo. Até que aos 27’ após chance perdida por De Bruyne, Bernardo Silva foi derrubado pelo goleiro e juiz assinalou o pênalti, gerando muita reclamação da equipe do Burnley. Vale ressaltar que, Leroy Sané e Tarkowski foram punidos com cartão amarelo por terem se estranhado no lance.


Aos 30’ Sérgio Aguero abriu o placar, marcando um gol histórico e igualando-se a Eric Brook como maior artilheiro da história do Manchester City com 177 gols.
Após o primeiro gol, o City ainda criou três boas chances. Primeiro com Aguero que ganhou do zagueiro Mee e chutou cruzado, a bola passou com perigo. Depois, num belo passe de Kevin De Bruyne, o argentino finalizou novamente para Pope defender com os pés. E para fechar o primeiro tempo, aos 46’ nosso camisa 10 pegou uma bola sobrada e chutou, o goleiro dos The Clarets praticou grande defesa. No rebote, Tarkowski salvou o Burnley.

FIM DE PRIMEIRO TEMPO

Após um começo lento, o City conseguiu abrir o placar com um pênalti convertido por Aguero. O Burnley chegou duas vezes com perigo, primeiramente com Wood (Que sentiu e foi substituído por Barnes). A segunda oportunidade, veio graças á uma saída de bola errada do City, que culminou numa finalização perigosa de Arfield.

ETAPA FINAL

Na etapa final, o Manchester City voltou melhor e resolveu o jogo.
Aos 6’ Fabian Delph foi afastar a bola com um chutão, porém acabou acertando o próprio braço. Os jogadores do Burnley pediram pênalti, mas o juiz mandou seguir. A primeira chegada do City na etapa decisiva, aconteceu em um contra-ataque, David Silva carregou e arrematou de fora da área, a bola foi para fora. Sané pedia o passe pela esquerda.
Os comandados de Guardiola obtiveram um certo domínio de jogo nos 45 minutos finais. Aos 27’ outra boa chance. Sané recebeu de Aguero e tentou o passe para o meio, a zaga cortou e a bola sobrou para David Silva que chegou de surpresa e finalizou para a defesa de Pope.
E de tanto dominar, o City chegou ao segundo gol aos 28’.

Após o escanteio cobrado por Leroy Sané, Nicolas Otamendi foi ao segundo andar e testou firme, ampliando a vantagem dos azuis de Manchester.

E o City resolveu o jogo logo em seguida. Aos 30’ após grande assistência de Kevin De Bruyne, Sané saiu cara a cara com o goleiro do Burnley e fuzilou seu canto esquerdo, sacramentando a vitória do Manchester City.
Como já é de costume, mesmo com os 3×0 os Citizens buscavam mais gols, e poderiam ter aumentado a vantagem se Gabriel Jesus não perdesse uma das ultimas chances da equipe na partida. O brasileiro, que entrou no segundo tempo roubou a bola da defesa mas chutou em cima do goleiro.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Com dificuldades no início da primeira etapa, o Manchester City abriu o placar aos 30’ após Bernardo Silva sofrer pênalti, que foi convertido por Sérgio Aguero. Fazendo com que o argentino se torne o maior artilheiro da história do clube juntamente com Eric Brook (Ambos com 177 gols).

O jogo foi decidido na segunda etapa, o time de Pep Guardiola voltou melhor controlou o jogo e conseguiu ampliar sua vantagem para 3×0 com gols de Otamendi e Sané.
Com a vitória de hoje, o ataque dos azuis de Manchester atingiu a incrível marca de 32 gols feitos, tendo sofrido apenas quatro.
Essa rodada foi perfeita para os Citizens. Pois com a vitória, o time chegou a 25 pontos e está isolado na liderança da PL, visto que seu rival United tropeçou diante do Huddersfield Town e estacionou nos 20 pontos.

ESCALAÇÕES DE HOJE

City: Ederson;Walker,Stones,Otamendi,Delph; Fernandinho,De Bruyne, Silva; Bernardo,Aguero e Sané. (O esquema variou, de um 4-2-3-1 para um 4-3-3)
Burnley: Pope; Lowton,Tarkowski,Mee,Ward; Hendrick, Cork, Defour; Arfield,Brady; Wood. (Esquema: 4-3-2-1).

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Manchester City vai até West Bromwich para encarar o time da casa. O jogo acontece no estádio The Howthorns no sábado 21/10 ao 12:00 (Horário de Brasília).
Já o Burnley, receberá o Newcastle no Turf Moor na segunda-feira (30/10) ás 18:00 (Horário de Brasília).

Sobre Vinícius Pezzetini

Veja mais

Manchester continua azul

  City vence o derbi de Manchester dentro de Old Trafford e abre 11 pontos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *