sexta-feira , 20 outubro 2017
Home / City Women / City Women goleia na volta da WSL

City Women goleia na volta da WSL

Na volta da WSL, agora com 10 clubes, o Manchester City goleia fora de casa e se mantém na vice-liderança. Pelo placar de 4×0, o time venceu o Yeovil Town, cortesias de Christiansen, Ross, Scott e Stanway. Um time bem diferente em relação à temporada passada, que perdeu nomes como Bronze (envolvida em troca com o Lyon pela meio-campista Bremer), Duggan (Barcelona) e Asllani (voltou para o Linkopings, clube que a revelou), porém, pouca coisa mudou, taticamente falando.

Usando o segundo uniforme (será que isso ficará mais comum?) e com as ausências de Mie Jens, Karen Bardsley, Mel Lawley e Tessel Middag (lesionadas) e Pauline Bremer (opção do treinador), deixando o banco com apenas três opções, entre elas, a jovem zagueira Esme Morgan, promovida do W-EDS, os 1302 presentes no Huish Park viram o onze inicial (4-3-3):

Foto: Twitter MCWFC

Faltando pouco tempo para comemorar o primeiro título da WSL, o time foi a campo de maneira ofensiva, sem se importar com o fato de que o jogo era no Huish Park. Agora a competição é em novo formato (igual à Premier League). Aproveitando a presença de Emslie no time titular, pela direita, o jogo ficou bem mais ofensivo – tanto que ela deu duas assistências.

Um fraco Yeovil, que acabou de subir de divisão, já mostraria seu cartão de visitas logo aos seis segundos, com Nadia Lawrence derrubando a sempre infernal Nikita Parris na área. Aos seis minutos, Izzy Christiansen (de contrato renovado) abriu o placar convertendo o penal, mandando a bola no canto esquerdo.

Com uma enorme vantagem na posse de bola, o City continuou arriscando, com Megan Walsh defendendo o rebote de Jen Beattie. Jane Ross quase ampliou, mas mandou o cabeceio por cima do travessão. Por cima também foi o chute de fora da área de Jill Scott. Aos 37, em jogada individual, Claire Emslie foi até a linha de fundo e cruzou para Jane Ross marcar um lindo gol de calcanhar.

Na volta do intervalo, mais City. Mas antes, aos 13 minutos,  Jill Scott recebeu um passe longo e mandou a bomba de fora de área, mas dessa vez, a goleira aceitou o frango e o City ampliou. A primeira chance de gol do Yeovil viria só aos 20 minutos, mas Ellie Roebuck, de 18 anos recém-completados neste sábado (23), fez excelente defesa. Do outro lado, Emslie continuava fazendo a Walsh trabalhar.

Com o placar praticamente definido, Cushing mandou a campo Esme Morgan, no lugar de Keira Walsh. A jovem zagueira impressionou a comissão técnica por sua qualidade nesta pré-temporada. Faltando sete minutos pra acabar a partida, Emslie dá nova assistência, dessa vez para o gol de Georgia Stanway. A camisa 22 recebeu um chutão, dominou, foi até a linha de fundo e cruzou para Stanway, bem posicionada dentro da pequena área.

Apesar da sonora vitória, o City é vice-líder, com os mesmos três pontos do Chelsea, mas as azuis de Londres lideram pelo saldo de gols (6 a 4). O próximo jogo agora é em casa, diante do Arsenal, no sábado, 30 de setembro, às 12h30 (7h30 em Brasília). E os gols desse jogo você pode ver no Twitter oficial da competição, @fawsl.

Sobre Kamila Villarreal

Responsável pelo City Women. Queria ser jogadora de futebol, mas como não deu certo, escolheu ser jornalista.

Veja mais

Nadia Nadim se juntará ao Manchester City em 2018

Pensando em fortalecer seu já competente elenco, o Manchester City anunciou hoje a contratação da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *