domingo , 17 dezembro 2017
Home / City Women / City Women vence mais uma vez o Birminghan e vai ao mata-mata da Conti Cup

City Women vence mais uma vez o Birminghan e vai ao mata-mata da Conti Cup

Neste domingo de City em dobro, o time feminino venceu com tranquilidade o Birmingham City, por 2×0, gols de Parris e Emslie (foto). Depois da parada FIFA, o time foi a campo bem desfalcado. Muitas lesões, principalmente. Porém também houve uma boa notícia, que foi a renovação do treinador Nick Cushing, que ficará em Manchester até o fim da temporada 20/21.

Para este jogo, com o Birmingham ainda impactado com o anúncio de sua goleira Berger, que está com câncer na tireoide, o City contou com um banco bem parco, com apenas quatro atletas (sendo duas as goleiras). Stokes, Middag, Campbell e Bremer estão no departamento médico. Jans e Lawley fora por opção. A surpresa do dia foi a improvisação de Morgan na lateral esquerda. A zagueira de origem não decepcionou e esperamos que seja mais aproveitada pelo treinador. Diante de 1077 torcedores no Academy, o XI inicial foi esse:

Como o placar foi decidido ainda no primeiro tempo, o City já deu mostras do que esperar logo no primeiro minuto, com Parris obrigando a goleira Hampton a fazer boa defesa. O time estava em busca de sua décima segunda vitória seguida, e contaram até mesmo com a ajuda de Westwood, que, após cruzamento de Emslie, quase fez contra.

O placar foi aberto aos 18 minutos, com Jane Ross fazendo uma bela jogada individual, deixando Nikita Parris na cara do gol, que antecipou a goleira e abriu o placar. Em seguida, Jill Scott, sempre surpreendendo a defesa, mandou um belo voleio, mas Hampton pegou com tranquilidade.

De volta às traves após período de lesão, Karen Bardsley fez boa defesa ao chute de longa distância de Jess Carter. Antes de sair o segundo gol, aos 30 minutos de jogo, todos os presentes homenagearam Ann-Katrin Berger, goleira titular do B’ham, que está fora do time por causa de um câncer, com uma salva de palmas de um minuto. O 30 foi escolhido em referência ao número que usa no clube.

Seis minutos depois da homenagem, o segundo gol Sky Blue. Esme Morgan, recém-promovida da base, mas jogando como se estivesse há uma década no clube, fez um cruzamento perfeito, que passou por Ross e Christiansen, mas encontrou Claire Emslie, que só empurrou para dentro. Depois disso, o Birmingham até tentou, mas os esforços foram em vão.

O segundo tempo foi cheio de gols perdidos, principalmente por Jill Scott, que tentava marcar seu quarto gol contra o Birmingham (em todas as competições). Cushing ainda mandou a campo as jovens Georgia Stanway e Ella Toone, pratas da casa, para que tivessem mais tempo de jogo. No mais, uma vitória tranquila, que assegurou o City no mata-mata da competição restando apenas um jogo da fase de grupos.

A Conti Cup (versão feminina da Copa da Liga) tem uma fase de grupos e o City está no grupo Two North, com Everton (que já jogou todos seus jogos), Birmingham, Doncaster e Oxford. O próximo jogo do City pela competição será nesta quarta, fora de casa, encerrando sua participação na fase de grupos. Já pelo campeonato inglês, o encontro será contra o Chelsea, no próximo domingo, jogo pra consolidar o líder da competição. A partida será na casa das Blues, e será o último jogo antes da parada de inverno. O City tem 15 pontos e o Chelsea, 13.

Grupo do City na Conti Cup. Fonte: FAWSL.

Sobre Kamila Villarreal

Responsável pelo City Women. Queria ser jogadora de futebol, mas como não deu certo, escolheu ser jornalista.

Veja mais

Mais uma vitória e mais uma lesão para o City Women na WSL

Hoje, pela terceira rodada da WSL, o Manchester City visitou o Everton no Select Security …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *