domingo , 17 dezembro 2017
Home / Premier League / Com gol heroico de Dzeko, City vira pra cima do Fulham e mantém invencibilidade na Premier League

Com gol heroico de Dzeko, City vira pra cima do Fulham e mantém invencibilidade na Premier League

Jogando fora de casa, o Manchester City pressionou, correu atrás da virada e, na bacia das almas, brilhou a estrela de Mancini que lançou Dzeko em campo nos momentos finais da partida e o atacante bósnio foi responsável por marcar o gol que sacramentou a heroica vitória por 2 a 1, que, além de garantir a invencibilidade do time na Premier League, coloca os citizens na zona de classificação para a UEFA Champions League.

O início de jogo do City foi muito bem. Logo de cara, a equipe dominou a posse de bola e trabalhava bem ela, contudo, não conseguia transformar este domínio em chances claras de gol, algo bastante comum nos últimos jogos. Aos 8 minutos, veio o grande susto, Riise fez boa jogada peloa esquerda, em disputa com Zabaleta, caiu na área e, de maneira bastante discutível, o árbitro assinalou pênalti, que foi muito bem convertido por Petric.

O gol não quebrou o embalo dos sky blues. A equipe seguiu pressionando, detendo o controle da bola e correndo atrás do gol. No entanto, o Fulham conseguia se fechar extremamente bem e encontrar espaços para sair no contra-ataque. A válvula de escape encontrada foi a movimentação de David Silva, que não jogou preso ao meio-campo e, muitas vezes, atuava como um verdadeiro ponta-direita ou aparecia dentro da área como arma-surpresa. Outro citizen que aparecia bem no jogo era Tévez, mais uma vez, muito participativo em campo e conseguindo criar boas oportunidades.

Não tardou muito para que os comandados de Roberto Mancini envolvessem o Fulham no seu jogo. Com Javi García conseguindo de maneira sensacional e veloz realizar as transições entre ataque e defesa, o clube de Manchester partiu para a pressão e água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Faltando 3 minutos para o intervalo, Tévez saiu da área, arriscou de longe, a bola contou com um desvio de Silva que obrigou o goleiro Schwarzer a espalmá-la e ela caiu nos pés de Agüero que sacramentou o empate.

No segundo tempo, o panorama do jogo não mudou tanto. O Fulham jogava completamente fechado na defesa, o City buscava pressionar, até que conseguia criar boas oportunidades, só que, na maioria das vezes, acabava esbarrando na forte marcação do adversário. Era necessário ousar mais e Roberto Mancini, demorou, mas ousou ao lançar Balotelli, Nasri e Dzeko em campo e partir para o tudo ou nada.

Aos 41 minutos da etapa final, o treinador italiano se consagrou. Dzeko, que havia acabado de entrar, em seu primeiro toque na bola, colocou pra dentro e definiu a vitória do Manchester City.

Agora, o próximo compromisso dos citizens é no meio de semana. Na quarta-feira (3), a equipe recebe o Borussia Dortmund visando conquistar sua primeira vitória na fase de grupos da UEFA Champions League. 
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

PRÉ JOGO MANCHESTER CITY X WEST HAM – PL – 03/12

Nesse domingo (3) Manchester City e West Ham se enfrentam no Etihad Stadium, pela 15ª …

Sem comentários

  1. Além de não ter sido falta ainda foi fora da area. Mais um ano jogando contra o time adversario e os arbitros Ingleses que eu vejo ajudarem muito o Rival

  2. A defesa do titulo vai ser dificil com esse apito amigo do united.
    Por que milner não recebe as mesmas chances do nasri? ele deve estar muito mal nos treinos para ser preterido pelo francês, que mais uma vez não jogou nada. Achei que o milner iniciaria hoje, não gosto dos 3 volantes pois é nitido o desgaste do yaya marcando e ajudando na criação das jogadas, indo ao ataque e voltando. chega uma hora que falta gás para as arrancadas mortais do marfinense. No mais dzeko mostrando mais uma vez que é muuuuito útil no elenco do city, não temos outro jogador com as caracteristicas dele no time por isso fiquei feliz dele n ter saido naquela chuva de especulações.

  3. Milner não joga nada. Nasri, ainda que tivesse uma só perna, seria melhor do que ele. Espero que Milner saia, na próxima janela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *