sábado , 22 julho 2017
Home / Premier League / Com gol histórico de Lampard, City e Chelsea ficam no empate

Com gol histórico de Lampard, City e Chelsea ficam no empate

JS46915971

Manchester City e Chelsea acabaram protagonizando um clássico morno, aquém do que parecia prometer, principalmente no primeiro tempo, mas que acabou marcado por um final emocionante e um gol histórico que salvou os Citizens de uma segunda derrota seguida em casa, que seria péssima para as pretensões no campeonato.

O jogo marcou a estréia de Mangala na titularidade, o zagueiro fez uma partida muito segura, mostrando aos torcedores que seu alto preço possivelmente vai ser justificado nos próximos anos. Outra n  ovidade é que Pellegrini preferiu começar com Milner no meio, fazendo o setor ficar mais forte, enquanto Nasri foi para o banco, atuando também com dois atacantes: Aguero e Dzeko.

 

JS46910024

 

A primeira etapa não fez jus ao jogoquepertencia, José Mourinho fez a sua conhecida tática de chamar o time adversário para o ataque, e tentar aproveitar os contragolpes por meio da qualidade de seus jogadores, coisa que muitas vezes dá certo, mas fez o time londrino pouco ir a meta do City. Os donos da casa, por outro lado, tentaram tomar a iniciativa desde o começo, mas não com qualidade suficiente para furar a barreira montada pelo treinador português. Boas chances acabaram sendo raras.

O City foi amarelado três vezes apenas no primeiro tempo, algo notadamente perigoso em um jogo duro como este, e acabou selando uma mudança total na partida depois do intervalo.

O segundo tempo seguia a mesma toada do primeiro, e o 0-0 parecia ser o destino da partida, até que aos 21 minutos Zabaleta se envolveu em uma confusão com Diego Costa em disputa de bola, o hispano-brasileiro, esperto e sabendo que o argentino estava pendurado, forçou uma reação mais inflamada do mesmo, os dois tomaram amarelo, e Zabaleta acabou expulso pelo segundo cartão. A partir daí o panorama mudou e se tornou mais difícil para o City buscar um resultado melhor em campo, Pellegrini teve que tirar Dzeko e colocar Sagna para proteger mais a defesa.

JS46914740

Apenas cinco minutos depois do episódio o Chelsea conseguiu aoportunidade que buscava desde o começo: em uma aula de contra-ataque, Schurrle escorou cruzamento rasteiro e abriu o placar. As perspectivas Citizens ficavam cada vez piores neste momento. Manuel Pellegrini teve que rever novamente a tática em campo, não tendo escolha senão adiantando a equipe com a entrada de Navas no lugar de Fernandinho. Pouco depois, Lampard entrou no lugar de Kolarov para mudar os destinos do jogo.

O City, então, não se acuou e passou a buscar incessantemente o empate, enquanto os Blues eram perigosos nas chances de contra-ataque que tinham. Aos 39 minutos a redenção veio, em um acontecimento que parece ser muito comum com ex-jogadores que fizeram história em um clube e são obrigados a enfrentá-los tempos depois. Lampard, que é um deus para os torcedores do Chelsea, recebeu passe do incansável Milner e mandou para as redes de Courtois, um gol histórico, que o jogador não comemorou.

A partir daí os Citizens ganharam mais gás para tentar a improvável virada, que poderia ter vindo com o próprio Lampard, este teve mais duas chances, sem sucesso, e a partida se encerrou no empate.

O resultado acabou não sendo dos sonhos, mas pelas circunstancias adversas acabou deixando o City satisfeito, o gol de Lampard evitou a segunda derrota seguida em casa, como também segunda derrota consecutiva contra o Chelsea. Os visitantes perderam seus primeiros pontos no campeonato, mas continuam líderes isolados. O City é o sexto colocado com oito pontos ganhos, nossa próxima partida é sábado, contra o Hull City no KC Stadium.

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City fica duas vezes à frente do placar, mas deixa vitória escapar mais uma vez

  Com uma escalação incomum, City foi para o Emirates Stadium com a missão de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *