sexta-feira , 20 outubro 2017
Home / Análise dos Jogos / DE BRUYNE MARCA E CITY VENCE O CHELSEA FORA

DE BRUYNE MARCA E CITY VENCE O CHELSEA FORA

Cheio desfalques, Manchester City domina, Chelsea e com gol de De Bruyne vence por 1 a 0 no Stamford Bridge.

CITY COM SEDE DE VITÓRIA DESDE O PRIMEIRO MINUTO

Pela sétima rodada da Premier League, Chelsea e Manchester City se enfrentaram no Stamford Bridge.
As equipes foram a campo com as seguintes formações:

ESCALAÇÃO DO CITY: (4-3-3) Ederson, Walker, Stones, Otamendi, Delph, Fernandinho, De Bruyne, David Silva, Sané, Sterling, Gabriel Jesus.

ESCALAÇÃO DO CHELSEA: (3-5-1)
Courtois, Rüdger, Christensen, Cahill, Azpilicueta, Kanté, Bakayoko, Fàbregas, M.Alonso, Hazard, Morata.

O City começou com intensidade a mil e quase abriu o placar aos 11′ quando, Gabriel Jesus pressionou a saída de bola do goleiro Courtois que foi chutar pra frente, mas a bola bateu no brasileiro e saiu por cima do gol. Por pouco os, Citizens não abrem o placar.
Aos 24′ foi a vez do Chelsea chegar com perigo, Azpilicueta teve praticamente a única chance real do time londrino de abrir o placar. Morata, que vinha sendo um atormento para, Stones e Otamendi na partida sentiu dores musculares na coxa deixou o jogo para entrada do brasileiro, William aos 34′.


Já o City teve duas oportunidades de sair na frente no marcador. Primeiro aos 29′ com, David Silva que acertou um chute cruzado para Courtois espalmar e aos 44′ quando Fernandinho, após receber cruzamento de, De Bruyne se livra da marcação e acerta uma cabeça fortíssima, mas Courtois no puro reflexo faz uma brilhante defesa salvando o Chelsea de ir em desvantagem para o vestiário.

LEI DO EX DEU O “AR DA GRAÇA” EM LONDRES

Na volta do intervalo, o cenário daria impressão de que seria o mesmo do fim da etapa inicial, mas, Eden Hazard tentou mudar isso aos 15′ com um chute colocando, Ederson pra trabalhar outra vez. No entanto, eram os comandados de Guardiola que mostravam mais “sede” de vitória.
Após inúmeras tentativas, eis que, a pressão surte efeito, aos 21′ quando, Gabriel Jesus recebeu, fez o pivô e rolou de leve para De Bruyne, que carregou a bola e soltou a “bomba” de fora da área, acertando o ângulo de, Courtois abrindo finalmente o placar em Stamford Bridge.


Depois de sofrer o gol, Conte foi obrigado a mexer na equipe para tentar ao menos empatar a partida. Então o italiano decidiu fazer duas alterações, tirando Hazard e Bakayoko para as entradas de Pedro e Batshuayi. As mudanças até que surtiram efeito por um tempo, mas Ederson outra vez muito seguro não dava motivos para os torcedores dos Citizens se preocuparem.
Aos 39′ foi a vez do brasileiro, Gabriel Jesus receber excelente oportunidade para fazer o segundo dos visitantes na partida. Em cruzamento vindo da direita encontrou o camisa 33 do City livre que chegou “chapando” de primeira na bola, mas o zagueiro alemão Rüdger tirou em cima da linha de cabeça. Nos cinco minutos finais o Chelsea tentou exercer uma pressão, mas nada que fizesse com que os londrinos chegassem ao empate. A partida terminou mesmo com vitória do Manchester City por 1 a 0.

TABELA DA PREMIER LEAGUE

Com os três pontos conquistados em Stamford Bridge, a equipe de Guardiola reassume a liderança do campeonato, com os mesmos 19 pontos do United, mas levando vantagem no saldo de gols.

PRÓXIMA RODADA

A Premier League agora pausa devido à data Fifa, e as equipes só voltam a jogar no dia 14 de outubro. Ambas entrarão em campo às 11 horas (de Brasília), quando o City receberá o Stoke City e o Chelsea sai para enfrentar o lanterna Crystal Palace, que segue sem marcar um gol sequer.

Sobre Cauã Terroso

Veja mais

O novo diretor do City Academy

O Manchester City anunciou essa semana o novo diretor de futebol das categorias de base …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *