segunda-feira , 25 setembro 2017
Home / City Women / Em amistoso de pré-temporada, City Women perde para o Turbine Potsdam

Em amistoso de pré-temporada, City Women perde para o Turbine Potsdam

Na manhã desse domingo, enquanto o time masculino disputava mais uma rodada da Premier League, o City Women começava seu primeiro jogo da temporada 2017. Em partida amistosa contra o Turbine Potsdam, na Alemanha, o City acabou perdendo por 4×1, com gols de Rauch, Aigbogun e Kemme 2x. O único gol azul foi de Duggan, no fim do jogo.

Por ser um amistoso, várias jogadoras ficaram de fora, por opção do técnico Nick Cushing, como Asllani, Bardsley e Campbell. A respeito de chegadas e saídas, foram poucas: Daph Corboz deixou a Inglaterra para disputar a NWSL pelo Sky Blue, enquanto que a meio-campo Melissa Lawley, vestindo a 14, veio do Birmingham, após três temporadas.

Então, Nick Cushing mandou o seguinte time a campo: Hourihan, Bronze, Houghton (c), Beattie, Stokes, Middag, Walsh, Scott, Duggan, Ross, Parris

Banco: Roebuck (g), Stanway, Christiansen, Lawley, McManus

O jogo começou com várias chances do City, mas mal aproveitadas, tanto por Nikita Parris como  por Toni Duggan. Mas como quem não faz, toma, o Potsdam abriu o placar ainda no início, com Rauch pegando rebote na pequena área. Mesmo com o gol sofrido, o City continuou indo pra cima, mas sem resultados. Ficou 1×0 até o intervalo.

Na volta do intervalo, três mudanças: Roebuck por Hourihan, a estreante Lawley por Ross e Christiansen for Middag. Aos 20 minutos, mais mudanças: McManus por Bronze e Middag por Scott. Dois minutos depois, mais um gol das alemãs. Quando a defesa apagou, Aigbogun não desperdiçou e mandou no gol de Roebuck.

Aos 25, o terceiro gol das alemãs foi de voleio, marcado por Kemme. Em segunda, mais uma mudança: Stanway no lugar de Parris. A 10 minutos do fim, Kemme, de novo, cabeceou e fechou o caixão do City em Potsdam. Aos 40, Duggan diminui o placar, em cobrança de pênalti.

Apesar do péssimo resultado, vale ressaltar que é só o primeiro jogo delas no ano. Várias jogadoras renovaram seus contratos, como Megan Campbell e Abbie McManus, que se lesionaram e perderam boa parte do ano, além de Keira Walsh e Georgia Stanway, que assinou seu primeiro contrato profissional com o clube.

Ainda assim, é necessário que se olhe um pouco mais pra defesa. Estamos bem do meio pra frente, mas ainda precisamos de mais uma zagueira, já que só temos três de ofício (Houghton, Beattie e McManus) e de mais uma lateral, porque também só temos três de ofício (Bronze, Stokes e Campbell). Uma única contratação no ano é muito pouco. Também vale ressaltar que Beattie ficou no City e não foi para o Melbourne, como no ano passado; se ela tivesse ido, seria pior.

O próximo jogo do City Women também é um amistoso, contra o Frankfurt, dia 10 de fevereiro, no Academy Stadium. A primeira partida no torneio de verão da WSL – lembrando que o campeonato inglês feminino começará em setembro, junto com o masculino e esse torneio de verão servirá para manter os times na ativa, já que a Inglaterra disputará a próxima Eurocopa e 22 das 23 atletas possivelmente selecionadas jogam no país – será em 23 de abril, contra o Chelsea, também em casa.

Sobre Kamila Villarreal

Responsável pelo City Women. Queria ser jogadora de futebol, mas como não deu certo, escolheu ser jornalista.

Veja mais

No apagar das luzes da WSL Spring Series, City vence, mas é vice

Neste sábado, o Manchester City entrou em campo pela última rodada da WSL Spring Series, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *