segunda-feira , 24 julho 2017
Home / Premier League / Em Londres, City vence e derruba tabu diante do Arsenal

Em Londres, City vence e derruba tabu diante do Arsenal


O City venceu o Arsenal por 2×0 e quebrou um tabu de 37 anos sem vencer a equipe fora de casa, além de quebrar também o tabu de não marcar gols em Londres desde 2007. Em jogo recheado de cartões, o City garantiu seus três pontos e se mantém na vice liderança com 7 pontos atrás do líder United.
 A polêmica do jogo já havia começado no decorrer da semana quando o City devolveu mais de 900 ingressos para o Arsenal. Muitos torcedores boicotaram a partida alegando que o clube de Londres cobrou um preço abusivo pelos ingressos.


No início do primeiro tempo, o City pressionou o Arsenal na saída de bola. Já aos 7 minutos, Silva teve uma chance de marcar o primeiro gol em um chute de fora da área, mas a bola bateu na zaga. No minuto seguinte, Laurent Koscielny disputou uma bola com Dzeko na área e o árbitro marcou pênalti. O jogador recebeu cartão vermelho e desfalcou a equipe logo no começo da partida. Na cobrança do pênalti, Dzeko bateu, a bola bateu nas pernas do goleiro Szczesny, bateu na trave e voltou para as mãos dele.

Com um a menos, o técnico do Arsenal precisou fazer sua primeira alteração. Oxlade-Chamberlai saiu para entrada de Mertesacker. A quebra do primeiro tabu veio aos 20 minutos. Tevez achou Milner e mandou uma bola cruzada pela direita. Milner fez um belo gol e abriu o placar pros citizens.

Bem na partida, o City pressionou o londrinos e jogou com bastante velocidade, apesar das chances desperdiçadas por Tevez aos 23 minutos e por Javi Garcia numa cabeçada aos 26. Se Dzeko irritou a torcida quando perdeu o pênalti, conseguiu se redimir aos 31 minutos. A jogada que originou o segundo gol surgiu com Zabaleta. O argentino, com muita raça, ganhou a bola no mano a mano e tocou para Milner que cruzou. A bola sobrou para Dzeko ampliar o placar depois de passar por Tevez.

A chance de marcar o terceiro gol foi desperdiçada em mais uma cabeçada de Javi Garcia. Wilshere tirou a bola bem em cima da linha. Nos minutos finais, o rendimento do City apresentou uma queda e a equipe passou a errar muitos passes.


No segundo tempo, o Arsenal tentou pressionar o blues, mesmo com um jogador a menos. Já nos primeiros 4 minutos, Dzeko perdeu uma chance de marcar numa bola aérea. Por uma falta em Wilshere, Milner recebeu cartão amarelo. Nastasic, Clichy e Barry também receberam cartões amarelos no segundo tempo. Aos 56 minutos, Podolski foi substituído por Giroud para tentar oferecer mais perigo ao City. 

Apesar da pressão, a equipe de Manchester continuou brigando pelo resultado. Aos 69, Silva conseguiu uma boa arrancada no campo de defesa e lançou para Dzeko, que deixou Tevez livre para marcar. O argentino, por um toque a mais na bola, deixou a bola chegar no goleiro. Aos 71, o Arsenal teve uma chance de diminuir o placar. Giroud subiu de cabeça e por muito pouco não marcou. Aos 74 minutos, Kompany recebeu cartão vermelho em lance muito polêmico. Supostamente, o belgo teria dado um carrinho em Wilshere, mas as imagens mostram que o jogador caindo apenas com um pé. Com a expulsão de Kompany, Mancini tirou Tevez e colocou Lescott. 

Aos 88, Dzeko deu lugar a Balotelli, com novo visual. Um minuto depois, Walcott perdeu a chance de fazer o gol de honra do time londrino. Ele chutou de fora da área, mas como definitivamente o dia não era do Arsenal, Lescott estava bem posicionado e fez uma defesa incrível. Aos 92, Kolarov entrou no lugar de Silva.

Os blues não fizeram um final de jogo de encher os olhos, já que erraram muitos gols e deixaram de matar logo a partida, mas também não fizeram feio e conseguira manter o importante resultado. No final da partida, os jogadores se dirigiram aos torcedores para aplaudi-los. Eles pagaram 62 libras pelo ingresso. O próximo confronto do City será em casa, no dia 19 de janeiro contra o Fulham. C´mon City!


Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City fica duas vezes à frente do placar, mas deixa vitória escapar mais uma vez

  Com uma escalação incomum, City foi para o Emirates Stadium com a missão de …

Sem comentários

  1. Vamos que Vamos Manchester City, vi o jogo gostei muito do jogo pois o City mesmo sem seus principais Jogadores no Caso do Kun Aguero que estava Lesionado e do Yaya Toure que esta na copa das nações africana, mesmo assim mostrou para que veio ao jogo, tomou conta do jogo rapidamente, e com isso com todos os méritos Ganhou a partida.

    Lado negativo da partida.
    O Arbitro que não me recordo o nome foi muito infeliz quando num pênalti bem marcado do Koscielny em cima do Dzeko, no maximo o defensor do Arsenal merecia uma cartão amarelo, e no outro fato o juiz para compensar a bobeira que fez no começo do jogo acabou expulsando o Zagueiro e capitão Kompany do Manchester City depois de uma entrada forte no jogador do arsenal, no máximo também teria de ser mostrado o cartão amarelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *