quinta-feira , 30 março 2017
Home / UEFA Champions League / Em um jogo ‘Typical City’, Manchester vence por 5 x 3 o Mônaco de virada

Em um jogo ‘Typical City’, Manchester vence por 5 x 3 o Mônaco de virada

8 gols. Aguero dormindo. Aguero acordando. Aguero voando. Silva um gênio. De Bruyne um monstro. Sterling indo pra cima. Yaya cuidando de todo o meio de campo. Caballero falhando na saída de bola, mas pegando pênalti e operando um milagre de canela. Stones caindo de bunda pra Falcão fazer um gol ‘Puskas’. E depois fazendo um gol pra se redimir. Zabaleta entrando e mostrando raça. Esse é o resumo da partida. E alguns desses foram decretados “ex-jogadores” do City e outros não serviam mais. Um engano desastroso.

Num dos melhores jogos dos últimos anos da Champions League, o Mônaco foi derrotado em Manchester pelo City, por 5 x 3, o que obriga a equipa de Leonardo Jardim, no jogo de volta, a vencer com pelo menos dois golos de vantagem (não permitindo mais do que três aos ingleses).

Melhor física, tática e tecnicamente, o Mônaco começou por dar uma inesperada demonstração de superioridade na casa do City, chegando ao intervalo de jogo em vantagem por 2-1. O City estava surpreendido, assistindo sem grande reação às cavalgadas de Mbappé, à inteligência de Bernardo Silva e às finalizações de Falcão.

Sterling abriu o placar, mas o colombiano respondeu num ‘peixinho’ e Mbappé fez o segundo num tiro cruzado.

O técnico do Mônaco, Leonardo Jardim, foi para intervalo com um sorriso na cara, não pensando certamente na reviravolta que viria no segundo tempo.

Em dois momentos, tudo mudou: primeiro, Falcão perdeu um pênalti. Ele demorou, enrolou e quando bateu, Cabellero defendeu sem grandes problemas; e no lance seguinte, Subasic frangou estilo “mão de alface”, com Aguero, permitindo o empate do lado azul de Manchester.

O Mônaco dormiu e o City acordou, começando a acreditar e nos 30 minutos seguintes houve mais 4 gols. Um para o Mônaco e três para o City.

Falcão, com um corte seco em Stones e uma linda cavadinha, fez 3-2. Mas tínhamos Aguero (aquele que não servia mais), ele marcou o gol de empate 3-3 e Stones e Sané abriram o placar para 5-3. Aguero fez 2 gols e deu uma assistência.

Daqui a duas semanas as equipes voltam a se enfrentar no principado de Mônaco e o City está com a vantagem. Stones e Caballero sofreram uma reviravolta positiva no jogo e se redimiram. Silva, De Bruyne e Yaya deram a pulsação necessária para que Sané, Sterling e Ague marcassem gols.

Aos que não estamos acostumados com jogos assim, não se surpreenda. O City sempre jogou assim. Sempre foi sofrível. Isso é Typical City. Se não for difícil. Se não for no sufoco. Não é o City.

Sempre juntos!

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Abram alas, pois agora é pra valer!

  Citizens, finalmente a espera irá acabar. Nesta segunda feira, precisamente as 16:00, horário de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *