sexta-feira , 24 novembro 2017
Home / Uncategorized / Fábrica do City #1 – Shaun-Wright-Phillips

Fábrica do City #1 – Shaun-Wright-Phillips

O primeiro e talvez o melhor: Shaun Wright Phillips.
Shaun chegou ao City com 16 anos após deixar o Notthingan Forest, e foi o jogador formado pelo clube que fez mais sucesso no time principal.
Sua partida de estréia como profissional foi em 1999, aos 17 anos. Joe Royle, o treinador do City na época, colocou SWP no lugar de Terry Cooke, na vitória por 1-0 sobre o Burnley pela Carling Cup. Sua primeira partida pelo campeonato inglês aconteceu 2 meses depois, atuando como atacante, após sair do banco, na vitória por 2-1 sobre o Port Vale. Seu primeiro jogo como titular pela Premier League foi contra o Portsmouth. Shaun não se manteve como titular por conta de uma lesão e pelo excelente momento de Paul Dickov.
Com a chegada do novo treinador – Kevin Keegan – Shaun ganhou novas oportunidades, e Keegan viu potencial  em Shaunny como ponta direita, papel que ele desempenhou muito bem na campanha do City rumo a 1ª divisão, sendo eleito o jogador do ano do clube em 2002 e chamado para a seleção inglesa sub-21. Sua primeira convocação para a seleção principal foi em 2004, em um jogo contra a Ucrânia. Apesar de começar no banco e ter jogador apenas 15 minutos, SWP conseguiu marcar um gol na vitória por 3-0. No total são 36 jogos e 6 gols.
Em 2005 chegou uma oferta de £21 milhões do Chelsea, proposta considerada irrecusável, e então Shaunny deixou Eastland e partiu para Stamford Bridge. No Chelsea Wright-Phillips nunca conseguiu ter uma seqüência de jogos e corresponder a expectativas de todos. Pela falta de seqüência de bons jogos pelo Chelsea ficou de fora da Copa do Mundo de 2006 e também ficou de fora da final da Champions League de 2008.
Em 2008 com a chegada de Mark Hughes no Manchester City, o treinador achou que era o momento certo para o retorno da jóia da base do City, e assim o fez. Sua reestréia não poderia ser melhor, uma vitória por 3-0 sobre o Sunderland com direito a 2 gols e depois foi convocado novamente para a seleção.
Com a chegada de Roberto Mancini ao City e com as estrelas sendo contratadas, SWP foi perdendo aos poucos oportunidades. Ficou no banco na grande parte da temporada 2010/2011 no banco e sua segunda saída foi logo depois, no início da temporada 2011/2012  ao ser contratado pelo QPR por  £3 milhões.
Confira os melhores momentos do baixinho Wright-Phillips com a camisa do City:
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City continua invicto mas só empata em Londres!

Depois da partida na quarta-feira onde estive acompanhando o City na Champions League hoje foi …

Sem comentários

  1. LocoAnao

    Antigamente, enquanto jogavamos winning eu contra meu primo, carinhosamente chamavamos o craque de “feijão” hahahaha… bons tempos !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *