quarta-feira , 26 abril 2017
Home / Uncategorized / Guidetti, a joia rara do City

Guidetti, a joia rara do City

Adaptado do Manchester Evening News
Foto: Getty

John Guidetti poderá trazer uma fortuna no verão para o Manchester City, ou então, fazer história e trazer glórias ao clube pelas temporadas vindouras.

O atacante de 19 anos de idade, está sendo observado pelo Bayern de Munique e até provocou sussurros de interesse do Real Madrid. 

Com Carlos Tevez com certeza saindo neste verão,  os azuis estarão no mercado em busca de um atacante jovem. Nomes como Edinson Cavani e Ezequiel Lavezzi, ambos tendo grandes atuações pelo Napoli, já estão sendo ligados aos Blues. 

Mas antes de gastar qualquer coisa na janela de transferências, o City vai trazer de volta Guidetti de seu empréstimo, que se mostrou muito bem sucedido, ao Feyenoord e avaliar se ele está pronto para subir uma etapa, e começar a disputar competições oficiais. 

Se não, vão decidir se o emprestam por mais um ano, ou o vendem, caso não queiram apostar nele a longo prazo.


 “Existe um futuro para John”, disse o assistente David Platt. 

 “O menino tem habilidade. Nós demos-lhe um novo contrato no ano passado porque acreditávamos que ele tinha habilidade.” 

 “Quando os jogadores saem em empréstimo, você não sabe como eles vão lidar com isso, o que vai acontecer.

 “Você tem que dizer que foi um empréstimo de muito sucesso para John, ele está fazendo muito bem.

 “O City acompanhou seu progresso cuidadosamente, e até mesmo renovando seu empréstimo durante a janela de transferências de janeiro para reforçar os seus recursos impressionantes.


Inclusive os diretores Brian Marwood e Patrick Vieira foram enviados pessoalmente para observar seu progresso no clube holandês.

O Feyenoord está ansioso para ter Guidetti para mais uma temporada, mas Roberto Mancini vai querer dar-lhe uma chance na pré-temporada antes da tomada de decisões sobre sua carreira. 

 “Temos mantido contato constante com John. As pessoas foram para lá e viram, e não apenas Brian e Patrick.disse Platt

 “Eu diria que o nosso pessoal viu 60 a 70 por cento de seus jogos nesta temporada, e as pessoas têm falado com ele também.” 

 Com a saída de Tevez, poderia Guidetti ser o homem para preencher a quarta vaga no ataque? 

 “Precisamos de jogadores – não é o caso de um quarto atacante”, disse Platt. 

 “É um caso de se virar e dizer que precisamos de um time que é capaz de competir em todas as frentes.

 “O período de empréstimo foi muito bem sucedido. John vai voltar no verão e vamos ver o que fazemos com ele.”

A passagem do sueco no Feyenoord tem sido de um sucesso espetacular. Ele marcou 18 gols em 16 jogos, e se tornou um herói cultuado entre os fanáticos do clube de Roterdã, principalmente após o seu hat-trick no confronto com os rivais do Ajax. 

Esse foi um dos três hat-tricks que conseguiu nesta temporada, fazendo dele o primeiro jogador desde Dirk Kuyt – hoje no Liverpool – a realizar essa façanha no holandês.

É notável que o City quase perdeu o jogador no último verão europeu, enquanto estava sem contrato e tentou, com base na lei Bosman, ir para outro clube holandês, o FC Twente. Felizmente o clube interveio rapidamente e assinou um novo contrato de três anos, antes de enviá-lo por empréstimo.

Um fato curioso é o pedigree futebolístico de Guidetti, nascido na Suécia, mas com avô paterno italiano e avô materno brasileiro. Talvez explique sua potente mistura de talentos – ele tem a capacidade atlética de um jogador sueco, a classe técnica de um italiano e o toque artístico de um brasileiro. 

Sua passagem pelas categorias inferiores também mostrou um goleador regular, marcando 13 gols em 19 jogos para os menores de 18 anos e conseguindo um hat-trick na sua estréia nos reservas. 

Na temporada passada foi o artilheiro na equipe de desenvolvimento de elite com 17 gols em 19 aparições, e também tem 17 gols em 26 jogos para as seleções suecas sub-17, sub-19 e sub-21.

Pela equipe principal, Guidetti fez apenas um jogo até agora, na derrota de 2-1 para o West Brom, pela Carling Cup da última temporada.

Ele tem toda uma carreira para confirmar sua reputação, bem como alcançar vários objetivos, mas a única dúvida é se tem o ritmo para florescer ao nível mais alto, e se colocar no lugar que um dia foi de Tevez.

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Chelsea x Manchester City-Preview

Barclays Premier League-13 Rodada Data: Domingo-25/11/2012 Local: Stamford Brigde-Londres Horário:14:00h (Brasília) Árbitro:Chris Foy Transmissão: Fox …

Sem comentários

  1. Excelente jogador. Espero que o City valorize mais jogadores da base, antes de se livrar deles para pagar fortunas por jogadores “estrangeiros” que nem sempre rendem os frutos esperados (Nasri, Robinho…).

    Acho importante que Guidetti seja integrado ao time principal. Nem que seja para atuar como 4º, 5º atacante, jogando partidas da FA e Carling Cup, no ano que vem. No máximo, o City poderia renovar seu contrato e renovar o empréstimo com o Feynoord -se, e somente se o time holandês conseguir vaga para alguma competição europeia (porque seria bom para o sueco uma esperiência desse porte).

  2. Outro que dizem que é bom é o Juan Roman. E aquele israelense também… Todos eles do time reserva do City. Não sei porque tanta desconfiança com jogadores jovens -o Razak, compatriota dos irmãos Touré, é outro bom jogador para o qual o Mancini nunca dá muitas chances.

    Está certo que não pode ser como o pedófilo do Wenger; o técnico tem que saber mesclar experiência com juventude, especialmente numa liga competitiva como a inglesa. Mas é importante investir num jogador que pode trazer muito mas bônus do que ônus -um jogador que seja jovem, que não custe nada e, sobretudo, que seja formado pelo clube (conheça o estilo de jogo, a mentalidade, a cidade etc.).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *