quarta-feira , 23 agosto 2017
Home / Uncategorized / Hughes, a coragem que faltava ao City

Hughes, a coragem que faltava ao City

Leslie Mark Hughes, conhecido também como Sparky era a coragem que faltava a equipe do City a varias temporadas. O antigo treinador da seleção Galesa e também do Blackburn Rovers assinou pelo City a 3 meses e vem mostrando que não tem medo de ninguém.

Logo quando chegou decidiu implantar algumas regras mais rigorosas na concentração do City, ninguém pode entrar com celulares nem iPods. Outra regra imposta pelo novo manager foi a proibição da entrada de empresários e também de amigos dos jogadores, no centro de treinamento do clube, coisa que não acorria com o antigo manager do City, o Sueco Ericksson. Com as novas regras Hughes pretende deixar o elenco mais concentrado no trabalho, deixando as distrações de lado.

“Antigamente, as pessoas tinham acesso livre, mas isso não acontecerá mais. O centro de treinamento a partir de agora é um local de trabalho. Certas coisas precisam ser controladas, porque poderá virar uma anarquia. Não sou o tipo de treinador rigoroso, mas o que os jogadores precisam entender é que há certos limites que não podem ser ultrapassados. Muitas pessoas tinham acesso ao nosso local de trabalho. Em uma fábrica, por exemplo, as pessoas ficam entrando o tempo todo para conversar com seus parentes que ali trabalham? Não. Aqui não é diferente.”

Mais Hughes foi além de implantar pequenas regras, o manager desafiou o proprietário do City, Thaksin Shinawatra, depois de Thaksin ter aceitado vender o Croata Vedran Corluka e também o Irlandes Ireland, Hughes ameaçou deixar o comando do City se caso um dos dois jogadores saíssem, e não é que deu certo, Thaksin voltou atrás de não vendeu nenhum dos dois. Hughes também falou recentemente que a forma como Thaksin administra o clube, não é benéfica para o City.

Hoje Hughes resolveu desafiar mais uma vez o pobre Thaksin, exigiu a contratação de um atacante até o fim da janela de contratações, que termina em Agosto. Tudo isso para testar a atual condição financeira do clube, resta saber se dessa vez Thaksin vai obedecer, ou irá chutar o pal da barraca.

Alguns jornais Ingleses vinham publicando recentemente sobre a possível saída de Hughes, por não concordar com as regras impostas por Thaksin, mais hoje ele deu uma entrevista ao site oficial desmentindo tudo, e afirmando que está entusiasmado com o seu futuro no clube, veja abaixo o que disse o manager:

“Houve uma série de boatos em torno disso, mas não vou a nenhum lugar. Há um trabalho a fazer aqui e eu estou ansioso para isso.

“Nada mudou a esse respeito e sobre futebol nada mudou desde que assinei pelo clube. Também tem o meu relacionamento com Garry Cook e sua equipe. Estamos realmente bem e continuamos a falar numa base diária.”

Léo

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Chelsea x Manchester City-Preview

Barclays Premier League-13 Rodada Data: Domingo-25/11/2012 Local: Stamford Brigde-Londres Horário:14:00h (Brasília) Árbitro:Chris Foy Transmissão: Fox …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *