terça-feira , 25 julho 2017
Home / Uncategorized / Inspirado, Yaya deixa o City muito perto do título

Inspirado, Yaya deixa o City muito perto do título

A penúltima rodada da Premier League foi eletrizante para o lado azul de Manchester. Em dia inspirado, Yaya marcou dois e deixou o City a 90 minutos de colocar a mão na taça depois de uma espera de 44 anos.

No início do primeiro tempo, as duas equipes jogavam de forma rápida e erravam muitos passes. O Newcastle dominou os primeiros 15 minutos de jogo enquanto a estratégia do City consistia na marcação. Apesar disso, a zaga do City era sólida e não deixa o adversário finalizar.


Aos 10 minutos, David Silva quase abriu o placar em um chute cruzado. Aos 20 minutos, o City já mantinha o domínio da partida, mas ainda cometia pequenos erros. Aos 37, Yaya faz uma falta e recebe cartão amarelo. No final da primeira etapa, a zaga do Newcastle salvou um chute de Barry em cima da linha. Antes do árbitro encerrar a primeira etapa, Carlitos Tevez fez boa jogada, mas Barry estava impedido.

 
No segundo tempo o City voltou mais ofensivo enquanto o time da casa se aproveitava dos contra ataques e dos erros de passe do visitante. Aos 50, Perch derrubou Tevez próximo à área. Yaya bateu mal e mandou pra fora.

Investindo em forte marcação, o Newcastle não havia feito nenhuma finalização nos primeiros 13 minutos da segunda etapa. Aos 61 minutos, Nasri saiu para a entrada de De Jong. Com a zaga do Newcastle fechada, o City não conseguia finalizar suas jogadas e o time era obrigado a voltar rapidamente para se defender do contrataque adversário. Parecia muito difícil trabalhar as jogadas dentro da área.

Aos 69, Dzeko substituiu Tevez e poucos segundos depois, em boa jogada, Aguero ajeitou para Yaya, que em chute de muita potência de fora da área, abriu o placar para o City levando a torcida ao delírio. Aos 71, Perch saiu para entrada de Ferguson na equipe do Newcastle. Três minutos depois, Aguero perdeu uma chance incrível de ampliar o placar. Tentando empatar o jogo, o Newcastle arriscava em jogadas áreas. Ferguson fez uma falta dura em Silva e recebeu um cartão amarelo.

Buscando ampliar o placar e garantir o resultado, a equipe de Mancini continuava lutando. Em 2 minutos Yaya perdeu duas chances e marcar. Em uma delas, caiu na frente do goleiro e ainda conseguiu ajeitar para Aguero, que chutou pra fora.

Na pressão dos minutos finais, Richards substituiu Silva aos 85 e só precisou de três minutos para ver o companheiro, Yaya marcar pela segunda vez. O gol foi uma consequência de uma boa troca de passes, consolidando o bom entrosamento dos homens de Mancini. O homem do jogo ainda viu sua torcida cantando para ele.
Os gols de Yaya nesta partida certamente ficarão na memória do torcedor do Manchester City. O sério Mancini deixou o Saint. James Park sorridente e confiante que no próximo domingo sua equipe se consagrará campeã. Apenas noventa minutos separam os citizens do título e a partida em casa contra o Queens Park Rangers promete fortes emoções. O City só depende dele mesmo e a ordem é uma só: vencer!

Contribuição: Sebastian Aiello

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Chelsea x Manchester City-Preview

Barclays Premier League-13 Rodada Data: Domingo-25/11/2012 Local: Stamford Brigde-Londres Horário:14:00h (Brasília) Árbitro:Chris Foy Transmissão: Fox …

Sem comentários

  1. É preciso lembrar que o City começará a partida contra o QPR PERDENDO o campeonato. Quero dizer, como muito provavelmente o United vai despachar o Sunderland (embora essa tarefa, como bem sabemos, não seja das mais fáceis) É CRUCIAL que o City mantenha o foco na vitória ao jogar contra o time de Joe Barton. E, se possível, procure golear, porque nunca é bom dar mole para o Manchester United, mesmo com 8 gols a mais de saldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *