domingo , 20 agosto 2017
Home / Uncategorized / Manchester City FC – Retrospectiva 2008

Manchester City FC – Retrospectiva 2008

Começamos 2008 entre os primeiros da classificação, o clube tinha como meta conseguir uma vaga para a Champios League. 

O mês de Janeiro não foi bom, foram 2 vitórias, 3 empates e 2 derrotas. O time começava a perder força na briga pra ficar no G-4.

Fevereiro chegou e logo de cara duas pedreiras: Arsenal e Manchester United. Contra o Arsenal o jogo foi em casa, e o City perdeu por 3-1. Contra o Manchester United – seu maior rival – o time entrava sem confiança e seu o seu principal jogador: Elano. O jogo era em Old Trafford, campo do rival. O City entrou em campo no dia em que completava 50 anos do acidente envolvendo os jogadores do Manchester United em Munique. Os dois clubes batalharam por 90 minutos e o City conseguiu mais uma vitória contra o seu rival, por 2-1, gols de Benjani Mwaruwari – estreando com a camisa do City e Darius Vassell. Contra o Everton era o último jogo do mês e o City desapontou seus torcedores perdendo por 2-0 em pleno City of Manchester, deixando o sonho de UCL cada vez mais distante.

Março era um mês que tudo podia mudar, o City tinha vários confrontos “fáceis”. E mais uma vez desapontou, foi apenas 1 vitória em 5 jogos.

Em Abril o time tentou uma reação, no primeiro jogo perdeu pro Chelsea em CoMS por 2-0, o time estava ameaçada e principalmente Sven Goran Eriksson. O time só caia na tabela. Logo depois o City conseguiu 6 pontos, contra Sunderland fora e Portsmouth em casa. 2-1 e 3-1, respectivamente. Esse dois bons resultados parecia que ia dar um “upgrade” no time, mas logo depois foi um balde de água fria dentro de casa. O City venceu o Fulham por 2-0 e deixou os “Cottagers” virarem o resultado para 3-2. Destaque para o show de Kamara que entrou no segundo tempo e mudou o jogo.


Maio já não adiantava de nada, só uma vaga na UEFA poderia ser alcançada e, mesmo assim, por Fair-play. Foram 2 jogos pela EPL e 2 pelo torneio Tour Friendly de pré-temporada na Tailândia. Na EPL foram 2 derrotas, sendo uma delas um das mais vergonhosas sofridas pelo City. 1-0 para o Liverpool em Anfield Road e uma vitória para o Middlesbrough por 8-1 no Riverside Stadium. Elano descontou para o City. O time entrou com um freio, o time não podia tomar cartão para conseguir a vaga. Logo no início o capitão Dunne – que não estava em sua melhor fase – cometeu um pênalti e foi expulso. Aflição para a torcida do City, o resultado de quem iria para a UEFA via fair-play só viria 2 dias depois. 2 dias depois Manchester estava em festa, o City voltará a UEFA. 
Na Tailândia foi só festa, Eriksson estava praticamente demitido e Thaksin já não tinha uma boa relação com o ex-patrão do English Team. No torneio de pré-temporada foram 2 derrotas por 3-1. Com um time de reservas e jovens o City fez feio. Caicedo e Hamann foram os únicos que marcaram no torneio para o City.

Fim da temporada 07/08. O City terminou o campeonato em 9º com 55 pontos. Apesar de o segundo turno ter sido para se esquecer, Sven fez com um time limitado um time competitivo. O City voltava pra Copa da UEFA. .

Junho foi o mês para descansar e contratar. O City se reforçou de vários jogadores, como Ben-Haim, Zabaleta, Kompany, Shaum Wright-Phillips, Jô, Gláuber e o craque Robinho. O técnico Mark Hughes chegou para o lugar de Sven Goran-Eriksson. Hughes foi ídolo no rival Manchester United e estava treinando o Blackburn. O City havia sido comprado pelo grupo Abu Dhabi e trazia esperanças para o clube com muito dinheiro sendo prometido para contratar grandes estrelas.

Julho foi um bom mês, o time tinha um mata-mata pela Copa da Uefa contra o EB/Streymur. Foram 2 vitórias por 2-0. Teve também um amistoso contra o Hamburgo na Alemanha que o City perdeu por 1-0.


Agosto tinha 2 amistosos contra Stockport e Celtic. Os dois terminaram em empate, 2-2 e 1-1, respectivamente. Logo em seguida tinha o troféu Thomas Cook contra o poderoso Milan da Itália. O Milan estava desfalcado para o confronto em Manchester, não contava com suas principais estrelas como Kaká, Alexandre Pato e Ronaldinho. O City contava com a volta de Valeri Bojinov ao time titular. Bojinov estava com muita confiança e chegou a prometer gol. O jogo terminou em 1-0 para o City em um lindo gol de Bojinov.
O City perdeu para o FC Midtjylland na UEFA em casa por 1-0 e venceu fora por 1-0, levando a decisão para os pênaltis. Foi aí que brilhou a estrela do jovem Joe Hart, Hart defendeu 2 pênaltis e salvou o City.
O início da EPL foi ruim, uma derrota para o Aston Villa fora por 4-2. Logo depois 2 jogos em Manchester. 2 vitórias e 2 goleadas. 3-0 contra o West Ham com 2 gols do Elano e 1 do Sturridge e 3-0 contra o Sunderland com show de SWP – que marcou 2 vezes. Ireland completou o marcador. Um ótimo mês.

Setembro marcava a estréia da mais nova e mais cara contratação da história do City. Tratava-se do craque Robinho que chegava com status de craque e ídolo. Robinho pegou a 10 e já chegou prometendo muito empenho e gols a torcida que já o idolatrava. O início não poderia ser melhor. Logo no primeiro jogo foi contra o Chelsea – clube em que quase levou Robinho. O City sofreu uma falta e Robinho pegou pra bater. Não deu outra, é gol! Robinho marca logo na estréia e a torcida não se contém de alegria. O final foi triste, 3-1 para o Chelsea. Mas o gol de Robinho já era sinal de um ano promissor para a torcida que não vê títulos há 40 anos. No outro jogo era contra o Omonia Nicosia na UEFA, Jô marcou 2 vezes e o City venceu por 2-1. O próximo jogo era contra o Portsmouth pela EPL e em CoMS. O City massacrou o time de Harry Redknapp por 6-0. Logo depois o City fazia sua estréia na Carling Cup contra o Brighton and Hove Albion. O time eliminou o City nos pênaltis. Depois uma derrota para o Wigan.


Outubro chegou e o City logo fez seu dever de casa passando pelo Omonia na UEFA. Mais um 2-1 com gols de Elano e SWP. Pela Premier League foram 2 empates, 1 derrota e 1 vitória. A vitória foi em cima do Stoke City em casa. Robinho marcou 3 vezes fazendo o “hat-trick” na vitória de 3-0.

Novembro foi o sorteio dos grupos da UEGA. O City caiu no grupo A junto com o Twente da Holanda, PSG da França, Racing Santander da Espanha e Schalke 04 da Alemanha. O City venceu o Twente em casa por 3-2 com um golaço de Robinho e o Schalke na Alemanha por 2-0, praticamente se classificando para próxima fase. Pela EPL o City perdeu pra o Bolton no Reebok Stadium, perdeu para o Tottenham em casa, empatou com o Hull City fora, venceu o Arsenal em casa por 3-0 com show de Robinho e perdeu o clássico contra o Manchester por 1-0 em casa, gol de Wayne Rooney.

Em Dezembro o City se encontrava bem na UEFA e mal no campeonato Inglês; pela UEFA foi um empate em casa com o PSG por 0-0 e uma derrota para o Racing na Espanha por 3-1. Mesmo assim o City se classificou em 1º com 7 pontos. Pela EPL a situação estava feia, foi um empate com o Fulham por 1-1, uma derrota para o Everton nos minutos finais por 1-0, uma derrota para o WBA nos minutos finais também por 2-1. Dia 26 era o boxing day e o City enfrentava o Hull City em casa. O City venceu por 5-1 com 2 gols de Caicedo, 2 de Robinho e 1 de Ireland. Logo depois um empate nos minutos finais com o Blackburn com bela atuação do jovem Sturridge que entrou nos minutos finais marcando 1 gol e dando o passe para o gol de Robinho que foi o gol de empate.

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Chelsea x Manchester City-Preview

Barclays Premier League-13 Rodada Data: Domingo-25/11/2012 Local: Stamford Brigde-Londres Horário:14:00h (Brasília) Árbitro:Chris Foy Transmissão: Fox …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *