terça-feira , 28 março 2017
Home / Notícias / Negredo deve ficar de fora da lista da Champions League

Negredo deve ficar de fora da lista da Champions League

image

Alvaro Negredo parece ser o jogador que o City vai cortar do seu plantel para a Champions League.

O Manchester City precisa atender o limite de 16 jogadores estrangeiros para o torneio da UEFA, e no momento a equipe conta com 17.

Os Blues também vai deixar de fora Micah Richards e Scott Sinclair, no caso do clube não conseguir negocia-los até o fim janela de transferências.

John Guidetti e Matija Nastasić também não estão nos planos de Pellegrini, e ambos são alvo de clubes na Europa.

Mas ambos qualificam como jogadores Sub-21, por isso, se eles não forem negociados não precisam ser inscritos na lista A da Champions League, e assim não fazem parte da cota.

Manuel Pellegrini tem até meia-noite de 02 de setembro para decidir quem irá descartar, e é esperado que ele deixe até o último momento para decidir quem será “descartado”

É uma escolha difícil, já que os 17 estrangeiros do City são todos jogadores que podem fazer a diferença numa partida.

Negredo já era um dos jogadores cotados a ficar de fora da lista, e o fato de que ele quebrou o metatarso no amistoso de pré-temporada contra o Hearts no mês passado, teria ajudado para a sua escolha.

Negredo passou por uma cirurgia no pé, e é esperado que volte a jogar até o final de setembro ou começo de outubro.

Isso significa que ele pode perder até quatro das seis partidas da primeira fase da Champions – então isso o faz ser o candidato mais forte a ser deixado de fora, a não ser que algum outro jogador tenha uma lesão de longo prazo(batendo na madeira) nos próximos 15 dias.

Mas Negredo poderá jogar a Premier League sem problemas, já que na competição são permitidos 17 estrangeiros.

Clubes que se qualificam para a fase eliminatória da Champions estão autorizados a fazer alterações em sua listas de inscrição no início de fevereiro, quando a janela de transferências de inverno fechar, e as equipes podem adicionar até três novos nomes – desde que se mantenham dentro dos critérios prescritos.

Isso significa que se o Negredo ficar de fora da fase de grupos, mas recuperar sua forma e ficar apto a jogar, ele poderia ser inscrito para a fase eliminatória, mas outro jogador iria ser cortado.

É difícil ver alguém a não ser o Negredo a ser deixado de fora.

Houve sugestões de que Willy Caballero poderia ser o homem a perder o lugar, mas dado que Pellegrini tem insistido que o goleiro argentino e Hart são iguais, então isso parece improvável.

No início do verão, a UEFA anunciou que o City deveria inscrever apenas 21 jogadores para a Champions League em vez dos 25, como punição por suas transgressões das regras de fair play financeiro.

O clube relutantemente aceitou a restrição, além de uma multa de £49 milhões de libras, embora ela deve ser cortada para apenas £16 milhões, porque o clube no caminho para cumprir as metas financeiras da Uefa nesta temporada.

A restrição do plantel é esperado também para durar apenas uma temporada, uma vez que os livros de receita e despesa do City vão ser examinados novamente no próximo ano.

Um dos “vencedores” das punições rigorosas da UEFA é Dedryck Boyata, que está previsto para ser incluído no elenco – em grande parte porque ele é um dos poucos jogadores a fazer parte da cota de homegrown players, o que é obrigatório na lista da UEFA.

Isso levou os torcedores a coçarem a cabeça, que avaliam tanto Richards e Nastasić acima do jovem belga, que nunca jogou na Champions League e jogou apenas uma partida na Premier League pelos Blues nas últimas três temporadas.

Mas Pellegrini avalia o Boyata claramente acima do Nastasić, e o chileno vê os dois todos os dias no treinamento.

A também o caso de quanto o City vai receber pela venda do jovem sérvio, que fez sua própria estreia da Liga dos Campeões contra o Real Madrid no Santiago Bernabéu, há dois anos, e é especialmente muito elogiado na Itália.

Muitos também preferem ver Richards permanecer e ser um dos nomes na cota de homegrown player, mas o jogador não aceitou renovar com o City, e o clube não vê outra opção do que vendê-lo agora, do que vê-lo sair de graça quando seu contrato expirar no próximo verão.

A necessidade de cortar um jogador no estrangeiro do elenco deve durar apenas por uma temporada, porque o City deve atender a todos os requisitos da UEFA, e assim ter de volta a lista de 25 jogadores, sendo 17 atletas do exterior.

Adaptado do MEN

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City vence Southampton na despedida da temporada

O Manchester City encerrou sua participação na Premier League 2014/15 neste domingo, diante do Southampton, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *