sábado , 16 dezembro 2017
Home / Uncategorized / O curioso caso do Manchester City

O curioso caso do Manchester City


A derrota para o Aston Villa parece ter evidenciado que não lutamos de jeito nenhum pelo título, em um jogo que até jogamos bem, e a bola não entrou por detalhes, e não é a primeira vez, assim como “O Curioso Caso de Benjamim Button” o City sofre de uma coisa estranha: ganha muitas vezes jogando muito mal, achando vitórias, mas perde partidas em que domina o tempo inteiro…

O que falta a este time, então? Os reforços da janela de verão do ano passado tiraram praticamente todas as fraquezas, e nesta janela ainda veio Dzeko pra colocar uma verdadeira linha de ferro no ataque. Mesmo assim, há jogos, principalmente contra pequenos, que o time simplesmente “trava”. Tem inúmeras chances de gols e não consegue colocar a bola nas redes, despedaçando as esperanças dos torcedores.

Eu tenho uma teoria de que o Mancini montou a equipe do mesmo jeito que Dunga fez a Seleção Brasileira, uma equipe que tem um contra-ataque mortal quando é pressionada, e contando que quase sempre entramos molengas em campo e dificilmente tomamos a iniciativa, aí quando o adversário gosta da partida nos aproveitamos da nossa qualidade e fazemos os gols facilmente na velocidade, às vezes mascarando a realidade da partida. Mas quando esta equipe menor consegue um gol nesta pressão inicial, naturalmente se fecha e temos que ir pra cima, nessa hora nos enrolamos, não sei por qual fator natural ou sobrenatural…

Essa história já foi vista várias vezes, mas é difícil de ser entendida, simplesmente pelo fato de termos muito mais qualidade do que os que o treinador canarinho convocava. Podem citar o azar, várias vezes é azar mesmo, mas não podemos reclamar da sorte, justamente pelos jogos em que entramos de salto-alto, jogamos mal e vencemos. Culpa do Mancini e seu tradicional amor italiano a retrancas? Bom, mas ninguém pode reclamar que ele entra com um esquema conservador, ultimamente sempre vem jogando com dois atacantes, e por mais que só comece com Silva de meia ofensivo, Barry e Yaya tem qualidade para sair jogando. Sem falar que devido às instabilidades que a defesa vem sofrendo nas últimas partidas, até que tanta proteção no meio e justificável…

O fato é que o que não me sai da cabeça é que, apesar da campanha boa, é bem aquém para a qualidade que temos, principalmente quando se vê um United que joga mal a temporada inteira liderando o campeonato facilmente, talvez eles tenham a sorte que nos falta… Enquanto isso, o time engata duas vitórias e gritamos “agora vai!”, mas aí perde um ponto bobo aqui, outro ali, e vamos nos distanciando do que realmente poderíamos alcançar, e isso é muito frustrante! Agora é hora de cuidarmos da nossa vaguinha na Champions que por enquanto está tranqüila, mas neste time do “engata, mas não vai”, nada parece tranqüilo. Aliás, não perdemos uma vaga na própria UCL que parecia tranqüila meses atrás?!

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City continua invicto mas só empata em Londres!

Depois da partida na quarta-feira onde estive acompanhando o City na Champions League hoje foi …

Sem comentários

  1. O que sinto no City é o fato dele jogar com vontade contra os grandes e entrar meio desanimado contra os pequenos. Aí, dá no que deu o jogo contra o Aston Villa.
    Será que o time entra confiante demais, pensando que vai ser fácil, por isso relaxa e acaba deixando os importantes pontos para trás?

    Realmente, um caso misterioso.

  2. Anonymous

    Pra mim o time tem falhas ainda, principalmente nas bolas altas, tanto na defesa (Hart sai mal do gol, parece um Dida piorado e os zagueiros são péssimos nas bolas aéreas, o que no futebol inglês é um pecado mortal) tanto na frente (o time praticamente não faz gol de cabeça, no jogo do Aston Villa teve uns 15 escanteios e nada) além da falta de entrosamento da equipe e uma mentalidade vencedora. Se o City for pra UCL (DEUS QUEIRA, DEUS!!!!!) E Começar a brincar com os grandes, ae a camisa vai começar a ter peso de verdade e as coisas podem mudar. Por enquanto é SOFRIMENTO ATRÁS DE SOFRIMENTO!!!

  3. Pra mim o pior do City nao eh os jogadores e sim o tecnico, muito retranqueiro. Com time grande na maioria das vezes da certo, pois o time vem atacar para ganhar agora quando joga contra time pequeno se dá mal.

    Gostaria de comprar uma camisa do Manchester City mas nao acho em lugar nenhum. Se alguem puder me ajudar me add no email mlaurani@hotmail.com

  4. Pasha

    Além do Mancini ser extremamente retranqueiro, pois na maioria das vezes prefere jogar apenas com Tevez no ataque, o que falta é acreditar que agora o City é REALMENTE UM TIME GRANDE. Tem que entrar mordendo em todos os jogos. A mesma postura de Chelsea,Arsenal e o outro time da cidade.
    Quanto a camisa que o amigo deseja comprar eu sugiro o site SO FUTEBOL. Tem as 3 versões. Abs

  5. Eu concordo que falta postura de time vencedor mesmo, o City só entra com vontade mesmo contra os grandes, e é isso que eu cito no post, a equipe entra molenga contra os pequenos, e, ou ganha jogando mal, ou leva um susto e vai desesperado atrás das vitórias, quando as vezes não consegue.

    Falta de entrosamento eu não acredito, já passamos da 23ª rodada, é incompetência ao quadrado, se pelo menos não conseguir isto.

    Agora, falta muito treinamento mesmo da zaga em bolas aéreas, o pior, é que isso se agravou nas últimas rodadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *