quinta-feira , 30 março 2017
Home / Uncategorized / PLATT LANE: A ACADEMIA DO MANCHESTER CITY – PARTE 2

PLATT LANE: A ACADEMIA DO MANCHESTER CITY – PARTE 2


A grande quantidade de investimento na contratação de novos jogadores assusta para quem vê de fora o trabalho que está sendo realizado no Manchester City. Mas para o diretor Gary Cook e o idealizador da Academia Jim Cassell esse montante investido não irá prejudicar o desenvolvimento de novos jogadores no celeiro de Manchester.

“Longe disso. A comissão técnica está 100% apoiando as divisões de base. No decorrer da temporada passada, Mark Hughes pode escolher um time com vários jogadores vindos de Platt Lane, tais como Onuoha, Richards, e o vencedor do prêmio de melhor jogador do Man City na temporada, Ireland.” explicou Gary Cook. Ele complementa como jogadores que não participaram ou jogaram muito pouco, mas que ficaram no banco de reservas como Weiss, Mee, Shaleum Logan e Adam Clayton.

“Isso sem falar que trouxemos de volta outro jogador que foi fabricado aqui, Shaun Wright-Phillips. Quem acompanhou o campeonato europeu sub-21 pode ver o quanto talentosos nossos jogadores são!”

“Se o garoto é bom mesmo, ele sempre terá lugar no elenco principal. Para conquistarmos títulos, nós precisamos de um elenco grande o bastante para podermos fazer rodízio de jogadores devido ao grande número de jogos, ao desgaste do jogador, fora contusão e suspensão e para isso é necessário mesclar a juventude, vitalidade dos garotos da base com a experiência e qualidade já testada das ditas contratações de nível”.

“Qualquer clube que esteja se reconstruindo, como nós estamos, é claro que irá gerar apreensão com a garotada, mas estamos juntos com eles e, podem ficar calmos, não iremos tirar Academia desse caminho de sucesso que está trilhando.” Nós últimos quatro anos, o Manc City alcançou três vezes as semifinais, foi uma vez vice e uma vez CAMPEÃO da FA Youth Cup, torneio semelhante à Taça São Paulo de Futebol Junior.

“Para enfrentarmos de igual para igual os quatro grandes temos que ter uma mistura de jogadores experientes, jogadores com convocações regulares para suas seleções, e, é claro, da base. Se mantivermos nosso plano, teremos pelo menos 30% dos jogadores inscritos na Premier League como vindos das nossas categorias sub.”

“Isso prova o trabalho realizado pelo Jim nesses 10 anos. Nós trouxemos jogadores não intenção de ajudar no desenvolvimento das nossas crias. Jim sempre fala que existe uma diferença enorme entre jogar em nível sub e jogar na Premie League”.

“Os donos estão comprometidos com a Academia, eles querem ver o desenvolvimento dela. Nós não vamos apenas investir no time principal e já estamos fazendo isso em Platt Lane, mudanças estruturais. O presidente do conselho repete toda hora que quer ver o clube não apenas desenvolvendo os jovens jogadores, mas também da comunidade de Manchester, ambos sendo parte essencial do que o clube está fazendo. O papel Academia não será diminuído seja pela contratação de jogadores ou recrutamento de jogadores de base internacionais.”

Cassell, que será o responsável pelo mesmo projeto que será feito em Abu Dhabi, concorda plenamente com as palavras de Cook: “É claro que nossos jovens têm vaga no elenco principal. A prova disso é o nosso jogador da temporada, Stevie Ireland.”

“Eles tem que encarar esse desafio. O que nós temos agora é a chance deles jogarem em alto nível com e contra os melhores do mundo, quer incentivo maior que esse? Nosso trabalho é treinar jogadores e tirarmos o melhor proveito de suas técnicas para que possam seguir uma carreira, de preferência aqui. Esse ano vamos enfrentar alguns ex jogadores, como Stevie Jordan, Glenn Whelan, Tyrone Mears e Dickson Etuhu.”

“O que estamos tentando fazer é criar alguns excelentes para o Mark Hughes aproveitar, os caras, mas também sabemos que outros podem tem uma boa carreira. O desafio é não desanimar, é outra chance para chegar ao nível mais alto que profissional possa chegar.”

“Essa nova função que irei exercer com as Academias internacionais é para eu não ficar encostado com o burro na sombra, qualquer um tem que ter novos desafios seja jogador, técnico ou diretor das categorias de base.”

Esse “processo de produção” de novos jogadores vitorioso vai servir para calar a boca dos críticos que sempre ,quando uma nova força surge para mudar o equilíbrio antigo de forças, disparam com suas metralhadoras asneiras para tentar diminuir esse novo participante. Falam que nos seguimos os passos do Chelsea, podemos até tê-los feito, mas demos mais um passo a frente: JÁ PRODUZIMOS GRANDES JOGADORES PARA O NOSSO SUSTENTO FUTURO!

DA BASE AO PROFISSIONAL DO MANC CITY (desde 1998)







Nome

Atual Time

Convocações

Shaun Wright-Phillips

Manchester City

Full England Caps

Terry Dunfield

Shrewsbury Town

Canada U20

Chris Shuker

Tranmere Rovers



Dickson Etuhu

Fulham

Full Nigeria Caps

Leon Mike

Retired



Chris Killen

Celtic

Full New Zealand Caps

Tyrone Mears

Burnley

Full Jamaican Caps

Joey Barton

Newcastle United

Full England Caps

Stephen Jordan

Burnley



Willo Flood

Celtic

Ireland U21

Glenn Whelan

Stoke City

Full Ireland Caps

Stephen Elliott

Preston North End

Full Ireland Caps

Bradley Wright-Phillips

Plymouth Argyle

England U20

Nedum Onouha

Manchester City

England U21

Jonathan D’Laryea

Mansfield Town

England C

Lee Croft

Derby County

England U20

Stephen Ireland

Manchester City

Full Ireland Caps

Micah Richards

Manchester City

Full England Caps

Ishmael Miller

WBA

England U21

Michael Johnson

Manchester City

England U21

Daniel Sturridge

Chelsea

England U19

Kasper Schmeichel

Manchester City

Denmark U21

Shaleum Logan

Manchester City



Kelvin Etuhu

Manchester City



Ched Evans

Sheffield United

Full Wales Caps

Sam Williamson

Wrexham



Vladimír Weiss

Manchester City

Slovakia U21

Fonte: wikipedia.org



Até agora foram 27 jogadores da base para o time principal, a cada novo garoto postaremos alguma notícia aqui com um grande prazer!!

Fonte:www.mcfc.co.uk

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Chelsea x Manchester City-Preview

Barclays Premier League-13 Rodada Data: Domingo-25/11/2012 Local: Stamford Brigde-Londres Horário:14:00h (Brasília) Árbitro:Chris Foy Transmissão: Fox …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *