quinta-feira , 20 julho 2017
Home / Opinião / Por que sempre você, Balotelli?

Por que sempre você, Balotelli?


Uma das discussões infindáveis do futebol, a semelhança da Copa de 66 ou do Brasileiro de 87: será que Balotelli tem jeito?
Não adianta, nós tentamos torcer por ele, comemoramos e muito quando ele mostra suas habilidades em campo, faz seus golaços, nos salva, e até por suas polêmicas, quando estas são as normais do futebol, sem fazer mal a ninguém, resumidas a dentro do campo.
Mas quando achamos que pode ser, não é. Ele apronta, exagera, faz a alegria dos tabloides e atrai muita atenção ruim ao clube, o que tem muitas chances de abalar o relacionamento interno do grupo, e o próprio desempenho profissional dos jogadores.
Aí você diz, “mas da sua vida você tem o direito de fazer o que quiser, desde que corresponda em campo.”
Pode se seguir essa linha de pensamento, apesar de não ser bem assim, pois quem é famoso tem que muitas vezes pensar no que vai fazer, porque sabe que vai repercutir até para o local que lhe dá emprego. Mesmo deixando isso de lado, vem à pergunta, Balotelli também correspondeu?
Eu acho que não. Teve grandes momentos? Sim, mas essencialmente lampejos. Mario vive de alguns grandes jogos, em que realmente mostra tudo que queríamos ver, e também que se tivesse cabeça poderia ser tudo o que acha que é.
Mas outras vezes pouco faz. Essa temporada essencialmente está sendo uma negação, tanto que ficou claro que está muito atrás dos outros três da posição (Aguero, Tevez e Dzeko), e quando teve chances, decepcionou. Até agora são apenas três gols em 15 partidas. O tão perseguido Dzeko, que para alguns é preterido em relação a ele já fez 10, está em evidência e tem tido muito mais chances.
Acho que ele pensa que já fez muito pelo futebol, mas não fez, pelo contrário, ainda está se provando para todo mundo, e a cada besteira que faz mais gente joga a toalha quanto ao futuro de sua carreira.
Mario é um cara que é impossível não gostarmos, só pela sua história, é um vencedor. Filho de ganeses, de infância muito pobre, enfrentou uma doença grave no intestino, quase morreu, então foi adotado, cresceu em uma família branca em um país de brancos. Em toda a vida enfrentou o racismo e os dementes que não aceitam as diferenças, mas chegou onde muitos querem e poucos conseguem, promessa das melhores equipes de futebol do planeta, reverenciado pelos mais humildes, dos que estão a margem da sociedade, pois cada pessoa que sofre por suas origens se vê um pouco nele e nas suas vitórias, só um exemplo é um vídeo dele visitando uma prisão na Itália, e euforia é sem precedentes (veja abaixo).

Ele tem tudo para ser um exemplo para muitos, um tapa na cara de alguns males crônicos que corroem o mundo, mas faz questão de manchar isto tudo com suas atitudes.
Talento ele tem, nunca pensei que não tinha, mas o mesmo não faz muita questão de usá-lo na totalidade. Na minha opinião já está fazendo hora extra no City, eu desisti, tem que aproveitar esta janela e vender, a confusão de ontem pode ser a deixa, mas Mancini negou em entrevista sobre o ocorrido:
“Nada mudou entre Mario e eu, e meus pensamentos não mudaram a respeito dele, essas coisas acontecem de vez em quando. (…) Eu vou dar-lhe 100 chances, enquanto o ver tentando melhorar e trabalhando duro para este clube de futebol.”
Pessoalmente, gostaria de lembrar dele apenas pelo passe que deu para Aguero fazer o gol do título contra o QPR, ou pela atuação de gala e o “why always me?” na goleada sobre o United, mas não dá.

Aliás, se pergunta por que sempre você, Balo, eu me atrevo a responder: porque você se destrói, porque faz por merecer. O que é uma pena.
 foto: Daily Mail
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Abram alas, pois agora é pra valer!

  Citizens, finalmente a espera irá acabar. Nesta segunda feira, precisamente as 16:00, horário de …

Sem comentários

  1. O pior não é brigar com o Mancini, o pior é o clima que fica entre os jogadores depois disso. Na minha opinião o Balotelli já deu o que tinha que dar, não quer se comportar? Tchau

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *