domingo , 17 dezembro 2017
Home / Uncategorized / Retrospectiva 2011/12 – # 6

Retrospectiva 2011/12 – # 6

DEZEMBRO

Jogos
03/12 – Manchester City 5 x 1 Norwich – Jogo válido pela 14ª rodada da Premier, e representou mais uma prova da superioridade do City em seu campo, um chocolate por 5 a 1. A defesa dos Canaries não conseguiu segurar o nosso poderoso ataque, e poderia ter sido mais elástico ainda, não fossem as chances perdidas.
Aos 31 do primeiro, Aguero, bem ao estilo argentino, com muita raça e luta, chutou entre dois jogadores e abriu o placar, no primeiro tempo só isso, como algumas outras vezes, a porteira foi abrir apenas na segunda etapa.
Logo aos 50 minutos, Dzeko sofreu falta, Nasri cobrou e Ruddy aceitou, placar ampliado. Yaya fez o terceiro aos 67, aos 80 minutos Morison diminuiu para os visitantes, aos 88 foi a vez de Balotelli, que tinha entrado no lugar de Kun, fazer um gol com a cara dele: de ombro, e finalmente, já nos acréscimos, AJ entrou na área para fazer o quinto gol e encerrar mais um show da equipe azul.
07/12 – Manchester City 2 x 0 Bayern – O jogo que marcou nossa despedida na fase de grupos da  Champions, precisávamos fazer a nossa parte, vencer, e assim aconteceu, mas a derrota para o Napoli foi cruel e nos obrigou a torcer para o lanterninha Villarreal arrancar pontos dos italianos no El Madrigal, mas também perderam de 2 a 0.
Com os bávaros cumprindo tabela, já classificados, apenas nós demonstramos interesse na partida, aos 35 minutos David Silva conseguiu furar o bloqueio, pouco depois Boateng tirou em cima da linha um chute de Aguero, só viemos ampliar aos 51 minutos, já no segundo tempo, com Yaya e sua categoria, depois de passe de Dzeko.
Inevitavelmente foi decepcionante e precoce, mas saímos de cabeça erguida, sabendo que o grupo não ajudou, tanto que com a nossa pontuação (10 pontos) passaríamos em qualquer outro, foi apenas nossa estreia nesta competição fantástica. Fica a lição para os próximos anos.
12/12 – Chelsea 2 x 1 Manchester City – E finalmente ela apareceu! A derrota, sim, apenas no dia 12 de dezembro perdemos nossa invencibilidade na Premier, depois de doze vitórias e dois empates. Contra um grande time, embora numa temporada irregular, não dá para dizer que sentimos a eliminação de cinco dias antes, apesar de que pode se dizer que este jogo marcou o inicio de uma suave mais constante queda no futebol e resultados, que foram permitindo a aproximação do United, acabando por travar a emocionante disputa de meses depois.
A partida nem foi um desastre, começamos muito bem, sufocando os Blues em sua própria casa, depois de uma grande jogada de Aguero, servindo Balotelli para fazer 1 a 0. O ímpeto não diminuiu, o City comprovava sua campanha em campo, mas as coisas começaram a desandar quando David Silva sofreu um pênalti claro, que não foi marcado.
Pouco depois o Chelsea achou um gol, a ex-promessa Sturridge fez boa jogada e passou para Raul Meireles empatar o jogo, a partir daí nosso time sentiu e os londrinos foram ganhando espaço. Na segunda etapa já eram muito mais incisivos, a situação havia se invertido. Para piorar, Clichy foi expulso, aí literalmente jogamos para segurar o resultado, e não conseguimos, Lescott meteu a mão na bola, e o juiz viu, pênalti marcado, Lampard fez a virada e decretou nosso primeiro revés.
18/12 – Manchester City 1 x 0 Arsenal – Primeira derrota, algo anormal de se ver, mais tínhamos pouco tempo para se lamentar, a sequência era dureza, e fomos enfrentar mais um clássico contra um londrino, desta vez no Etihad e o Arsenal era o adversário.
O duelo foi sofrido, no primeiro tempo o City até esteve bem, tendo algumas chances, mas os Gunners foram afoitos e conseguiram momentos de controle, mantendo a igualdade inicial. Aos 52, o único o gol da partida, Balotelli chuta, Szczésny defende, mas solta a bola e Silva pega no rebote. Na metade final do segundo tempo, algo bem difícil de imaginar, os visitantes começaram a se impor, e por pouco, ou por Hart, não saíram pelo menos com um ponto nos bolsos, mesmo assim, mantivemos o placar e a importante vitória.
21/12 – Manchester City 3 x 0 Stoke City – Depois de algumas partidas, voltamos a ver um placar mais elástico no Etihad, e condizente com o City do começo da temporada. Um ótimo 3 x 0, que marcou impressionante um ano de invencibilidade dentro de casa.
Como costume, vimos o City ditar o ritmo da partida, e os adversários armarem um paredão defensivo para tentar frear os ataques, e sabemos bem que o Stoke é um dos que melhor faz isto, mas a estratégia não foi suficiente por muito tempo, aos 29 minutos Kun Aguero abriu o placar, sete minutos depois, Adam Johnson mandou de canhota para fazer 2 x 0, tranquilizando o time, o domínio chegava a mais de 80% de posse de bola.
No segundo tempo, aos 54, Aguero tratou de sacramentar a boa vitória, aproveitando passe de Nasri. Foi a despedida do ano no Etihad, da forma como deveria ser.
26/12 – West Bromwich Albion 0 x 0 Manchester City – O box-in-day e despedida do ano do Manchester City não foi muito proveitosa, e com pouca cara de City mesmo. O WBA entrou com a mesma proposta da maioria: se defender e tentar alguma coisa nos contra-ataques, fez com muito mérito, também aproveitando uma jornada em que não estivemos bem.
Até tivemos vantagem de posse de bola e tomamos iniciativa, os donos da casa cumpriam com muito afinco sua proposta, aos 33 tivemos um gol de Balotelli anulado. Na segunda etapa o City tentou exercer uma pressão mais forte, mas com isto ficou desguarnecido e tomou alguns sustos defensivos, com o WBA carimbando a trave aos 73 minutos.
Aos 83, o bandeirinha viu sozinho um impedimento de Silva, em um lance que poderia ter saído o gol da vitória, e ficou assim mesmo. Os dois pontos perdidos custaram à vantagem sobre o United, que voltou a empatar com nós em primeiro, perdendo apenas no saldo.
Aconteceu…
*A Pluri publicou um estudo que considerou o City o clube mais valioso da Inglaterra, terceiro do mundo, perdendo só para a dupla espanhola, Real e Barcelona, com um valor de mercado de 445 milhões de euros.
* O dia 7 de dezembro não foi muito feliz para Manchester, o United também caiu na primeira fase da UCL, e em um grupo bastante mais fácil, com Benfica e Basel indo em seu lugar.
*Em 21 de dezembro Roberto Mancini completou dois anos de clube, chegando com muita desconfiança e a imprensa inglesa contrária a demissão de Mark Hughes, soube administrar os egos e conquistou resultados expressivos, ganhando respeito e a idolatria da torcida.
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City continua invicto mas só empata em Londres!

Depois da partida na quarta-feira onde estive acompanhando o City na Champions League hoje foi …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *