quinta-feira , 30 março 2017
Home / Outras Notícias / Retrospectiva 2011/12 – # 8

Retrospectiva 2011/12 – # 8

FEVEREIRO
 Jogos
04/02 – Manchester City 3 x 0 Fulham – Se o final do mês de janeiro foi para esquecer, o mês do Carnaval começou bem para o City, com bom futebol e uma vitória convincente.
Criando bastantes oportunidades, o gol não demorou para sair: Aguero, aos 9 minutos mandou para as redes pênalti sofrido por Johnson. Aos 30, os próprios jogadores dos Cottagers se deram ao trabalho de ampliar, Baird fez contra ao tentar interceptar passe de AJ. O terceiro gol aconteceu na segunda etapa, Dzeko, aos 72, recebeu de Aguero para fechar o placar. A partida, disputada sob muita neve, marcou a estréia do chileno Pizarro na equipe.
12/02 – Aston Villa 0 x 1 Manchester City – Seguindo na Premier, conseguimos mais uma vitória, desta vez apertada, mas condizente com as dificuldades habituais do Villa Park. Os Villans não se incomodaram em atuar na retranca em sua própria casa, por isto o City tinha dificuldades para alcançar a área adversária, mesmo exercendo bastante pressão e um bom futebol. A melhor chance do primeiro tempo veio em uma bola na trave de Adam Johnson.
No segundo tempo a pressão continuou, a insistência foi premiada aos 62 minutos, em uma cobrança de escanteio, Lescott recebeu de Milner e finalizou. Nos minutos finais foi a vez do time de Birmingham conseguir boas chances a seu favor, e também de Hart entrar em ação para garantir o triunfo.
16/02 – Porto 1 x 2 Manchester City – Como sabemos, terminar em terceiro lugar no grupo da Champions dá o direito, como consolação, a uma vaga na fase de 16 avos da Europa League, antiga Copa UEFA, e que andamos tendo presença constante no últimos anos. Os dois times de Manchester foram para a competição, e nossa estréia foi logo contra os campeões da temporada anterior, o bom time do Porto.
O primeiro tempo foi marcado por grande movimentação e boas chances para os dois times, os portugueses começaram melhores, conseguimos equilibrar, mas, aos 27 minutos, Varela antecipou Kompany e abriu o placar. Com o placar adverso o City cresceu na partida, Helton fez boas defesas em chutes de Nasri e Balotelli, o empate parecia questão de tempo, mas só veio na segunda etapa.
Aos 54 minutos, Alváro Pereira se atrapalhou com Helton, e em disputa com Balotelli mandou contra sua meta. Aos 77, Aguero, que tinha sido poupado pela maratona de jogos que vinha disputando, entrou no lugar do italiano, minutos depois Yaya deixou o argentino na cara do gol, este não perdoou e nos colocou em ótima situação para a classificação.
22/02 – Manchester City 4 x 0 Porto – Chocolate com gosto de bacalhau! Meio estranho, mas foi a combinação certa para esta partida. Já não bastasse entrar tranqüilo após a vitória por 2 a 1 na partida de ida, logo aos 19 segundos Aguero abriu o placar para nos encaminhar as oitavas.
O gol relâmpago animou Kun, que quase marcou outro aos 29 minutos, mas a bola foi caprichosa e bateu no travessão depois de passar pelo goleiro, e o jogo se manteve assim, com o City administrando, até os 76 minutos quando Dzeko recebeu de Aguero e marcou, a goleada começava a dar as caras. Aos 84, Pizarro, que tinha entrado no lugar de Aguero, foi o garçom do muitas vezes garçom David Silva, que fez o terceiro. No minuto seguinte o chileno marcou seu primeiro gol com a equipe azul, 4 x 0 e classificação mais que garantida!
25/02 – Manchester City 3 x 0 Blackburn – Um fevereiro só de vitórias, encerrado com mais uma tranqüila partida em casa contra os Rovers. Começamos o mês com um 3 x 0, encerramos com o mesmo placar, recuperando a auto-estima perdida no mês anterior.
Para variar um pouco, fizemos um jogo de muitas chances e ampla superioridade em campo, com Balotelli querendo jogo, Paul Robinson teve de se virar para não ver suas redes em movimento cedo, mas só venceu a disputa por 30 minutos, quando Kolarov cruzou para o italiano abrir o placar, antes do intervalo Yaya e Aguero perderam chances da ampliação.
No segundo tempo, logo aos 7 minutos, Aguero pegou sobra de Robinson e ampliou, o terceiro gol veio com Dzeko, que substituiu Balotelli e com três minutos em campo recebeu novo cruzamento de Kolarov, aos 81. O Blackburn, que na temporada conseguiu vencer o United no Old Trafford, foi tão inofensivo que se pode dizer que Hart foi um sortudo expectador em campo.
Chegou
David Pizarro – Meia, da Roma. Empréstimo até o fim da temporada.
Aconteceu…
*No dia 14, Tevez resolveu abandonar suas “férias” não autorizadas de dois meses na Argentina e voltar a Manchester. Depois de ver a janela passar e sua situação continuar indefinida, e dar uma entrevista a televisão argentina se declarando inocente, o atacante veio disposto a voltar aos treinos e reconquistar seu espaço no clube.
*A gol de Aguero no estádio do Dragão foi o primeiro fora de Manchester e Londres.
*A partida também marcou a volta de Yaya Touré, depois de perder a final da Copa das Nações Africanas junto à Costa do Marfim para Zâmbia e ser provocado estupidamente por Rooney no Twitter. Polêmicas a parte, o jogador fez bastante falta em mais de um mês ausente.
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

“Estou impressionado com Gabriel Jesus”, diz Kompany

Gabriel Jesus segue impressionando na Inglaterra. Após Pep Guardiola ter afirmado que o brasileiro é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *