segunda-feira , 29 maio 2017
Home / Clube / Seis razões porque os torcedores do City estão amando esse momento

Seis razões porque os torcedores do City estão amando esse momento

99 gols e contando… Torcer para o Manchester City nos últimos anos se tornou algo muito fácil, até chato diga-se de passagem. O clube cada dia ganha mais torcedores, mas nem sempre foi assim.
Teve temporadas em que a equipe ficou 5 meses sem marcar um gol sequer no Etihad Stadium.
Quando United festejou, em 1999, o treble, a metade azul de Manchester sofreu.
Claro, fomos para Wembley, mas apenas como um meio para um fim. O gol salvador de Paul Dickov contra Gillingham deu ao City uma vitória folclórica nos pênaltis que significava o retorno a Division One.
Agora, parece que os tempos estão mudando. Enquanto o United é o alvo de todas as piadas, o City está prosperando. Com 6-1 e 4-1 vitórias nos últimos anos contra os seus rivais – para não mencionar um título da Premier e das várias viagens para Wembley – é o melhor momento para ser um torcedor do City.
É sempre bom ouvir, ler histórias dos torcedores que acompanham o clube desde os tempos mais difíceis. É com eles que conhecemos a história do clube e aprendermos a dar valor às coisas pequenas, e o dinheiro fica em segundo plano.
E o site people.co.uk pediu para um dos torcedores ícones do City, Macca , explicar o porque os torcedores estão saboreando tanto esse momento.
1-O Futebol
 
Eu não me inscrevi para futebol e sucesso. Eu fui apresentado a uma escolha aos oito anos de idade e escolhi o caminho claramente marcado. “Amargura e anos e anos de decepção e desgosto sem fim”. Futebol nunca foi uma coisa para ser saboreado e amado aos meus olhos – eram 90 minutos em que fazia a minha cabeça e me arrastava para longe do calor de um pub com alguns “idiotas” (não aos 8 anos obviamente, eu estou falando quando eu tinha 11 anos ou mais).
Levei um tempo para adaptar-me pós-2008, mas estou chegando lá. O problema é que quando você está jogando como estamos agora, por vezes, esta temporada não há absolutamente nada para falar sobre o jogo no pub depois. Quando éramos uma merda era ótimo nesse aspecto porque eu poderia passar horas e horas falando sobre o que deu errado, quem deveria ser vendido e quem deveria ser comprado, mas nada disso nesse momento pode ser questionado.
“Grande apresentação hoje, não é mesmo?” … “Sim” – fim da conversa. Não há nenhum debate.
2. United está tendo dificuldades 
Olha, eu não vou fingir que não é divertido de assistir, é claro que é. Quase toda a vida (eu nasci em 1976, um mês depois que ganhamos a Taça da Liga) sendo ridicularizado, sendo descartado como insignificante e sendo zombado por uma bandeira permanente na Stretford End (o United aprovou aquela bandeira não esqueçamos) passando ao longo dos anos como um lembrete constante de como merda e sem troféus seu clube é, tende a ter um pouco de um impacto duradouro sobre a sua cabeça.
Eu acho que a única coisa que eu tenho tomado o maior prazer de realização é repentinamente os torcedores do United perceberem que eles são apenas um clube de futebol como todos os outros. Um clube de futebol é apenas tão bom quando tem as pessoas certas no comando ​​- não há magia envolvida, fazer gols no último minuto não está “em seu DNA”, o responsável pelo clube agora não está a altura da tarefa de comandar a equipe à beira do campo e as pessoas por trás dos bastidores também, em seguida, tudo se transforma em uma merda. Não importa quantos troféus você ganhou no passado.
3. David Moyes
Certo, primeira coisa, como foi possível ele ter ganho esse trabalho? Eu não ouvi um único argumento que me convence de que ele de qualquer forma era o mais qualificado para um trabalho desse tamanho. Não me interpretem mal, não tem nada a ver comigo e eu não estou reclamando, mas eu não sei como uma grande parte da base dos torcedores do United foram enganados em acreditar que foi uma escolha direta entre Mourinho e ele (Moyes) que outra pessoa não poderia ter feito o trabalho. Então, fora de todo o mundo David Moyes foi o escolhido para gerenciar o Manchester United? Pare com isso.

 

A coisa preocupante é que, quando a câmera mostrou ele contra o Sunderland na outra noite, eu realmente senti um pouco de pena do pobre sujeito. Ele parecia completamente baleado e fora de sua profundidade. Então me lembrei de todas as vezes que meus companheiros do United riram de todos os nossos infelizes managers e abri um brandy.
4. As pessoas têm de fato ouvido falar de nós
“City, Manchester City, ninguém sabe seu nome ….” era um dos favoritos cânticos do United por um longo período (cantada ao som de Rupert the Bear) e em um grau que era verdade – quando você cai para a terceira divisão do futebol inglês ele tende a ter um efeito negativo sobre a sua posição no mundo do futebol. Assim tem sido muito surreal observar o Twitter oficial do Barcelona falando sobre nós e sua imprensa local preocupada com o sorteio da Champions e a possibilidade de nos enfrentar.
Na mesma linha, eu acabei de voltar de uma viagem ao Vietnã e um dos guias locais me perguntou de onde eu era e quando eu lhe disse, eu estava pronto para o “Oh Manchester United? Sim? “, Mas foi completamente diferente: “Oh Manchester City? Aguero! Ya Ya! Eu amo Manchester City “. Eu tinha que ter mentido.

 

5. Nós estamos indo para Wembley… Novamente
“Wemberleeeee, Wemberleeee, é um merda de lugar em Londres, que nós nunca vamos ver”, nós cantávamos. Na maioria dos anos. Durante muito tempo.
Mas está tudo mudado. A não ser que o City cometa um grande erro, eu vou fazer a minha quinta viagem para Wembley desde 2011 – mesmo com a ajuda das semifinal da FA Cup agora jogadas lá (o que é um absurdo), o que não é ruim para alguém que pensava que teria que fazer com um Play-Off Final da terceira divisão como sua única visita ao estádio para o resto de sua vida.
6. O dinheiro
Nada disto seria possível sem ele. Eu sei. Como eu sempre ressaltei – tivemos sorte – e nós sabemos disso.
Texto adaptado do people.co.uk
Acesses nossas redes sociais:http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

The Citizens Brasil: a primeira torcida oficial do Manchester City na América Latina

  No dia 19 de março de 2017, o Rio de Janeiro, mais precisamente em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *