domingo , 20 agosto 2017
Home / Uncategorized / The Sun entrevista Robinho

The Sun entrevista Robinho

Com apenas um mês de Manchester City, cinco jogos e dois gols marcados, Robinho já foi elevado aos céus pelos torcedores do ainda modesto clube inglês. O atacante brasileiro de 24 anos reconhece o carinho imenso que tem recebido e promete retribuir.

– As pessoas me reconhecem o tempo todo na cidade. Eles são muito gentis comigo. Dizem-me grandes coisas e este tipo de motivação é muito importante para um jogador de futebol. Eu já sou um deus e eu não fiz uma coisa! Mas a minha vontade é a de pagá-la de volta, para mostrar a minha gratidão com os torcedores, com ótimas atuações e vitórias – afirma em entrevista ao jornal britânico “The Sun”.



Ele fez uma comparação entre o futebol inglês e espanhol:

– O tempo no futebol inglês é diferente. O ritmo é de alta velocidade e a qualidade é excelente, melhor do que eu esperava. É o melhor campeonato do mundo. A diferença entre a Inglaterra ea Espanha é menor do que a que vivi quando me mudei do Brasil para Espanha. O piso fica úmido, como na Espanha, o que torna o jogo mais rápido. Acho que as grandes diferenças são os árbitros, que deixam o jogo fluir sem marcar muitas faltas, e os torcedores. Eles ficam muito mais envolvidos com o jogo do que na Espanha, eles gritam muito e nos empurram mais.


Inglês nota 2, mas ele pretende transformar em 10 

Robinho admitiu que seu inglês não é muito bom por enquanto, mas que tem conseguido se entender com todos os companheiros:

– Nós compreendemos bem uns aos outros. O futebol tem uma linguagem universal – não é necessário falar a mesma língua para se entender com a bola. Eles me entendem e estão se divertindo com a altura em que, às vezes, no treino, eu grito. Meu Inglês é nota dois. Não estou tendo aulas, porque ainda estou morando em um hotel. Mas quando eu me mudar, vou ter tempo para isso. Em seis meses, a nota passará a ser dez. 


Robinho admitiu que não cobra bem faltas, por isso gostou muito do gol que fez desta forma na derrota para o Chelsea de Felipão. E que só cobrou porque estava muito confiante na estréia. Ele se disse feliz por estar jogando como gosta na Inglaterra.


– O que me faz mais feliz é que finalmente estou jogando na minha posição real, o que nunca aconteceu na Espanha. Estou jogando como segundo atacante, com total liberdade para me deslocar, e não só pelo lado esquerdo – revela.

O atacante confessou também que tinha certas reservas para morar na Inglaterra. e explicou os motivos:

– Não existe nenhuma praia e sol. Mas estou desfrutando Manchester até o momento. Elano me levou para um passeio turístico e adorei. Depois de tudo o que as pessoas tinham me dito, eu temia o pior. Eu pensei que ia chegar aqui e não encontrar nada, só terreno baldio. Mas não é assim. Há belas casas de entretenimento e restaurantes, a cidade é linda. Não tenho nenhum problema com a comida. Existe um grande restaurante brasileiro no centro da cidade e eu vou passar a ser um cliente regular.

Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

Chelsea x Manchester City-Preview

Barclays Premier League-13 Rodada Data: Domingo-25/11/2012 Local: Stamford Brigde-Londres Horário:14:00h (Brasília) Árbitro:Chris Foy Transmissão: Fox …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *