sábado , 16 dezembro 2017
Home / Uncategorized / Um jogo para sempre!

Um jogo para sempre!

Não era para vir fácil, nunca é para vir fácil para um time como esse… Toda a história de sofrimento, de desconfiança, de críticas, de chacotas, não permitiria que essa torcida conseguisse ver a glória de forma fácil, e já tínhamos sentido isto na final da FA Cup em 2011.
Para ser torcedor do City deve-se ter um coração muito forte, é de ficar sem palavras para descrever o final desta Premier League histórica, e não é porque estou quase sem voz de tanto gritar após o gol, ou pela emoção que tive de ficar me tremendo, é simplesmente por ser indescritível, não só para nós Citizens, mas para qualquer fã de futebol.
Tinha tudo para ser uma goleada, jogando em casa, onde destroçamos tantos adversários ao longo da temporada, onde não tínhamos perdido sequer um jogo para ninguém no campeonato, com um adversário que fez uma campanha aquém do que poderia, ameaçadíssimo pelo rebaixamento, com resultados sofríveis como visitantes, e ainda treinado pelo lixo do nosso ex-técnico… Estava escrito, não seria páreo, o time iria passar o trator em cima dos londrinos! Não, não…
O nosso jogo não fluiu bem, apesar da posse de bola gigantesca, estávamos pressionados por um misto de nervosismo e uma retranca enorme deles. Para piorar o United tratou logo de ficar em vantagem em Sunderland, e nós ainda perdemos o essencial e herói Yaya Toure, apesar de sairmos para o intervalo em vantagem.
Eles conseguiram empatar logo no início, a falha foi de Lescott, zagueiro que sempre caminhou com alguma desconfiança por outros lances, mas que não merecia ficar marcado pela perda do título, muita injustiça para quem fez uma dupla segura e confiável ao lado de Kompany.
Aí começou o desespero de todos os lados, e o futebol não perdoa nem as melhores equipes quando estas não conseguem ter calma, aconteceu o inacreditável: 1 x 2 QPR. A partir daí foram minutos de perplexidade, descrédito, frustração, e maior ainda quando via aquela torcida, aquela mesma que viveu com muito mais intensidade os anos negros, o sentimento desta virada de situação, o renascimento, o fim das filas… Eu os vi chorando, em prantos, e pensei o porquê do futebol ser injusto, pois eles não mereciam aquilo…
Sequer consegui ficar sentado, pensei em nunca mais acompanhar a Premier League, tínhamos chegado até ali para isso? Para dar o título a quem nunca mereceu? Seria uma punição dos deuses ao City por apenas tentar reconstruir sua própria história? Dominar toda a partida e perder tudo no último jogo com crueldade? Cada bola tirada pela defesa, cada chute para fora aumentava a descrença, não havia mais jeito…
Até que naqueles cinco minutos finais a história que tanto sonhamos foi refeita, e uma derrota inacreditável se tornou uma vitória épica, típica do MCFC. Os deuses do futebol nos deixaram sofrer até os 49 para nos lembrar do nosso passado humilde, para nunca esquecermos que sempre temos que caminhar com os pés no chão, lutando por nosso espaço a cada jogo, sem medo de ser feliz. Mas com o gol de Aguero eles nos mostraram o que espera para quem nunca perde a esperança e a vontade de vencer, apesar dos anos e anos de uma fila que parecia ser eterna, um dia acontece à recompensa, nem que seja no minuto final.
Sofremos! Merecemos! Vencemos! Os ingleses ainda mais, não agüentaram e extravasaram esse engasgo de 44 anos invadindo o gramado, isto é ser City! Parabéns a todos!!!
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

City continua invicto mas só empata em Londres!

Depois da partida na quarta-feira onde estive acompanhando o City na Champions League hoje foi …

Sem comentários

  1. City meu eterno amor.
    Primeira vez que chorei(de alegria) vendo futebol foi ontem.
    Mereciamos este titulo mais que qualquer um já mereceu.
    E agora Ferguson quem é apenas o vizinho barulhento? e quem é que nãao ia vencer de vocês enquanto você estivesse vivo? Toma ae vice!

    Abraços

    RIMAS DO PRETO

  2. Que jogo foi aquele amigos…
    Fiquei arrepiado ao ler esta materia pois foi o que, justamente, eu passei ontem, pensei em desistir de assistir a premier, mas nunca deixei de acreditar no City e ao final o nervosismo deu lugar a uma das maiores alegrias que ja tive na vida!
    Vamos city! pois sempre estarei contigo!

  3. Melhor que qualquer jornalista falando, esse artigo sim resumo o que é ser torcedor do Manchester City

  4. aquele jogo foi coisa de outro planeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *