quinta-feira , 20 julho 2017
Home / Outras Notícias / Zabaleta, o jogador que todos queriam ter

Zabaleta, o jogador que todos queriam ter

 
Zabaleta não é do tipo que fala e elogia a si mesmo, de jeito nenhum, após os noventa minutos contra o Stoke ele não comenta sobre seu gol, ou ter sido escolhido Man-of-Match, nem mesmo dos cortes na testa, como o que sofreu no Boxing Day contra o Sunderland, cortesia de Steven Fletcher.
 
Suas respostas são direcionadas a equipe, sempre ao grupo, bem condizente com o carregador de piano que está sempre ali para quebrar um galho onde for colocado, sem ficar com birra por isto, e que muitas vezes acaba como protagonista. Zabaleta é alguém que qualquer time gostaria de ter.
“A coisa mais importante é sempre o desempenho da equipe”, disse ele. “Fizemos um grande jogo, tivemos muitas chances, defensivamente fomos muito sólidos e não tomamos gols.”
“É bom três pontos para continuar e nós sabemos que estamos sob pressão, porque temos de ganhar todos os jogos.”
Não obstante, sabe que a defesa tem sido vitima de criticas esta temporada, por não apresentar desempenho semelhante a 2011/12.
“O clean sheet é o mais importante, especialmente pensando na equipe. Não me importo se eu ou Sérgio Aguero marcar. (…) Nós sabemos o quanto é importante fazer gols, mas o clean sheet dá confiança para a equipe e para os defensores. Ambos são importantes, por isso estamos felizes.”
Sobre ser escolhido homem do jogo, é maravilhosamente modesto.
“Você se sente muito bem quando as pessoas dão-lhe o crédito, mas eu sempre tento colocar a equipe antes de mim.”
“O futebol não é sobre os jogadores individuais, é sobre o coletivo. Estou muito satisfeito pelos rapazes. É ótimo quando você vê todo mundo jogar bem.”
As feridas em sua cabeça são as provas de seu jeito guerreiro, e ele é rápido quando questionado sobre isso, deixando claro uma das principais características dos jogadores argentinos.
“Quando eu jogo, vou a 100 por cento e às vezes fico com lesões.”
O City pode dizer que tem um lado direito de fazer inveja, quando Micah Richards e Maicon estão aptos, poucos clubes podem se vangloriar de ter mais força na posição.
Mas, quando o par retornar de lesão, eles vão achar difícil derrubar Pablo, de 27 anos, da equipe.
“Estou trabalhando duro para manter o meu lugar”, disse ele. “Infelizmente, Maicon e Micah ainda tem alguns problemas, mas queremos que eles voltem o mais rápido possível para tentar ajudar a equipe nos últimos quatro meses. (…) Eles são muito importantes.”
Zabaleta está ciente de que o retorno da Richards e Maicon irá colocar pressão sobre o seu lugar. Mas ele também sabe que, com os irmãos Toure e Abdul Razak deixando a equipe para disputar a Copa Africana de Nações após o embate de sábado pela FA Cup, contra o Watford, a equipe precisa de toda a ajuda que poder obter para terminar a temporada com mais um troféu.
Vai ser um momento muito difícil para nós, porque vamos perder Kolo, Yaya e Abdul, três jogadores importantes. (…) Yaya tem sido um jogador regular por um longo período de tempo. Sabemos o quão importante é para a equipe, mas há outros jogadores que podem fazer o mesmo trabalho.”
“Na última temporada, janeiro e fevereiro foi quando perdemos mais pontos e precisamos tentar se certificar de que isso não aconteça novamente. (…) Você sempre precisa aprender com os erros.”
“São sete pontos acima, mas ainda há muitos jogos restantes. Ainda temos chances e precisamos acreditar.”
Antes de novamente mirar no United e no topo da tabela, o City começa sua campanha na FA Cup contra o Watford, no Etihad Stadium. É um pouco mais discreto do que o confronto pela terceira rodada da temporada passada com os grandes rivais. Confronto fácil? Zaba, como sempre, não se desvia da humildade.
“Temos de respeitar o Watford, porque eles são uma boa equipe, nunca é fácil.”
fonte: Manchester Evening News; foto: Getty 
Acesses nossas redes sociais:

http://facebook.com/ManchesterCityBrasil
http://twitter.com/ManCityBrazil
Contato: joaohugo@manchestercity.com.br

Sobre João Hugo

Em 29 de dezembro de 2007, fundei o Man City Brazil com o Leonardo e o Fernando. Em 23 de fevereiro de 2017, 10 anos depois, nos tornamos a 1º torcida oficial do Manchester City na América Latina: The Citizens Brasil. O resto é estória pra boi dormir...

Veja mais

“Estou impressionado com Gabriel Jesus”, diz Kompany

Gabriel Jesus segue impressionando na Inglaterra. Após Pep Guardiola ter afirmado que o brasileiro é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *